Últimas

MADURO INSTITUI LEI MARCIAL NA VENEZUELA, DIZ QUE PAÍS É VÍTIMA DA “DIREITA COLOMBIANA” E DEPORTA CENTENAS DE CIDADÃOS


A coisa está ficando séria... um espírito de destruição, miséria, e morte já paira sobre a América Latina... o Brasil é a bola da vez para ser palco de uma "revolução" sangrenta... e a maioria dos cristãos continuam dormindo!

---

O presidente venezuelano declarou estado de emergência em uma região de fronteira perto Colômbia na sequência de um ataque por contrabandistas em que três soldados e um civil ficaram feridos.

Nicolás Maduro disse que haverá 60 dias de lei marcial em cinco municípios do estado de Táchira.
Ele também disse que o fechamento da fronteira, anunciou na quinta-feira, seria estendido até novo aviso.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos criticou o movimento.

O Sr. Santos disse que as pessoas comuns em ambos os lados da fronteira, incluindo crianças, que mais sofrem.

Se nós cooperar, os únicos a perder são os criminosos, mas se a fronteira está fechada, não há coordenação e os únicos a ganhar são os criminosos", disse Santos.

O presidente colombiano disse que as pessoas comuns de ambos os lados da fronteira seria o pior afetado

Gasolina e alimentos contrabandistas têm cada vez mais entraram em confronto com oficiais venezuelanos.

Daniel Pardo O correspondente da BBC na Venezuela relata que o Sr. Maduro disse que grupos paramilitares colombianos viajar regularmente para a Venezuela, gerando caos e escassez, a fim de desestabilizar a revolução.

Sr. Maduro disse um extra de 1.500 soldados chegaram para reforçar a área.

"Esse decreto oferece amplo poder às autoridades civis e militares para restabelecer a paz", disse ele em uma transmissão na televisão estatal.
Na quarta-feira, três oficiais do exército venezuelano e um civil ficaram feridas em tumultos com traficantes colombianos.

Venezuela fechou sua fronteira com a Colômbia pela primeira vez no ano passado.As tensões estão em alta ao longo dos 2.200 km (1.370 milhas) da porosa fronteira. - http://www.bbc.com/

Membros da Guarda Nacional da Venezuela (GNB) ficam de guarda na fronteira entre a Venezuela ea Colômbia na União ponte internacional que permanece fechado em La Fria, Venezuela, 21 de agosto de 2015.

---

Maduro, megalomaníaco que é, disse que a Venezuela está sendo vítima no narcotráfico comandado pela direita colombiana>>>

Desde que foi decretado o estado de emergência na Venezuela, já foram deportados mais de 800 colombianos para o país natal. No sentido inverso, muitos estão também a regressar a casa. O presidente venezuelano, Nicolas Maduro, ordenou o *fechamento de 60 dias da fronteira* do Estado de Táchira com a Colômbia, após três soldados terem ficado feridos numa emboscada quando procediam a uma operação mal explicada.



Via: http://folhacentrosul.com.br/geral/8676/maduro-diz-que-venezuela-e-vitima-da-direita-colombiana-e-deporta-centenas-de-cidadaos

Nenhum comentário