Últimas

PERIGO: USO CONTÍNUO DE DESODORANTES E ANTITRANSPIRANTES PODE CAUSAR CÂNCER DE MAMA


Uma pesquisa realizada por médica britânica afirma que desodorantes podem desencadear câncer de mama.

As substâncias que ajudam a controlar a transpiração em desodorantes antitranspirantes podem estar associadas a um risco de câncer de mama, afirma a cientista.

A pesquisadora de câncer da Universidade de Reading, Dra. Philippa Darbre, afirma em sua mais recente pesquisa que os ingredientes encontrados em muitos produtos de compostos de alumínio e zircônio podem desencadear o desenvolvimento de tumores. Ela acredita que os compostos podem afetar os níveis hormonais, aumentando o risco de câncer. Embora alguns desodorantes simples, feitos apenas para mascarar o odor e por isso não possuem os compostos, também são apontados na pesquisa.

Os antitranspirantes evitam a transpiração, enquanto desodorantes são simplesmente indicados para tornar as pessoas mais atraentes, devido ao odor agradável.

Novos casos de câncer de mama na Grã-Bretanha, uma das maiores incidências de câncer de mama no mundo, onde 13 mil mulheres morrem anualmente, dobraram desde 1970: de 20 mil para quase 40 mil em um ano. Os britânicos são um dos maiores usuários de desodorantes e antitranspirantes no mundo.

Dra. Darbre, uma pesquisadora de câncer no departamento de biologia celular e molecular em Reading, publicou uma revisão de pesquisas sobre o assunto, tema este investigado há quase uma década. “A natureza dos produtos químicos nestes cosméticos e a falta de algum conselho sobre a quantidade segura ou a frequência de aplicação, deve ser motivo de preocupação“, afirma.

Dra. Darbre ressalta as mais fortes evidências para a teoria e lembra que ocorre “incidência desproporcionalmente alta” de câncer no quadrante superior externo da mama, local onde antitranspirantes são aplicados.

Os fabricantes insistem que os produtos são totalmente seguros e se declararam “perplexos” pelas conclusões da Dr. Darbre, ressaltando que vários estudos não conseguiram encontrar qualquer ligação entre cosméticos e câncer.

A pesquisa, publicada no Journal of Applied Toxicology, destaca que o aumento de câncer de mama em homens é equivalente ao aumento nas mulheres e também duplicou nas últimas três décadas para cerca de 300 casos por ano.

A maioria dos tumores em ambos os sexos ocorrem na parte superior e externa da mama esquerda; a proporção nessa área tem aumentado de 31% em 1926 para 61% em 1994. Ocorrência que seria explicada pelo fato de que a maioria das pessoas é destra e que aplicam mais desodorante à sua axila esquerda.

Experimentos de laboratório indicaram que compostos químicos derivados de zircônio e alumínio podem estar ligada a desordens hormonais e a formação de tumores de mama. Dra. Darbre lembra que alguns compostos de alumínio da indústria cosmética são conhecidos por estar associados aos níveis de hormônio.

No entanto, os cientistas ressaltam que não existem evidências de pequenas quantidades das substâncias químicas encontradas em antitranspirantes que de fato possam ser prejudicais. Dra. Chris Flower da Cosmetic, Toiletry and Perfumery Association, disse que no leste europeu e do Reino Unido os produtos passam por uma avaliação de segurança completa. E ressaltou que a Dra. Darbre afirmou, há muitos anos, que outras substâncias em antitranspirantes, causavam câncer de mama. “Ela mudou para o alumínio e zircônio“, disse. “Eu não tenho certeza, mas penso que a Dra. não gosta de desodorantes.”

Os cientistas da Universidade de Oxford, afirmam que as taxas de câncer de mama subiram nas mulheres britânicas pelo fato de beberem mais álcool, serem mais gordas e terem filhos mais tarde – todos os fatores conhecidos por aumentar o risco. Eles acrescentam que “não há necessidade de preocupação com desodorantes.”

Um estudo recente em 1,5 mil mulheres não encontraram nenhuma evidência que o uso de antiperspirante aumenta o risco de desenvolver câncer de mama. O estudo foi realizado após rumores de um nexo de causalidade que circulou na Internet.

Cientistas do Fred Hutchinson Cancer Research Centre, em Seattle, afirmam que não há risco de aumento de câncer de mama ao usar antiperspirante ou desodorante.


Via: http://www.jornalciencia.com/saude/beleza/1185-o-uso-continuo-de-desodorantes-podem-causar-cancer-de-mama e http://www.noticiasnaturais.com/2015/07/o-uso-continuo-de-desodorantes-e-antitranspirantes-pode-causar-cancer-de-mama

Nenhum comentário