Últimas

MULHERES-BOMBA SERÃO ENVIADAS PARA EXPLODIR LUGARES DE CULTO CRISTÃO (VÍDEO)


Dentro da organização terrorista Estado Islâmico existe uma espécie de “força tarefa” constituída apenas de mulheres: a Brigada Al-Khansaa. Elas devem realizar ataques coordenados em locais turísticos na Europa, particularmente os que tenham alguma ligação com a fé dos cristãos.

O jornal Daily Mail citou o presidente do Centro de Estratégia Militar e Estudos de Segurança da Síria, Fahad Al-Masri, que revelou que as mulheres irão em breve desenvolver essa nova missão.

Existem muitas mulheres ligadas à Brigada Al-Khansaa que vivem na Europa. Para elas seria muito fácil entrar nesses lugares sem serem detectadas. “Acreditamos que elas, mesmo sendo muçulmanas, não estarão vestindo um hijab ou uma burca, para não chamarem atenção. Eles se parecerão com todo mundo, como se fossem turistas”, alertou.

Al-Masri foi porta-voz do grupo rebelde Exército da Síria Livre antes de se unir ao Centro de Estratégia Militar. Ele explica que vem acompanhando os avanços do Estado Islâmico desde quando usava o nome ISIS, já tendo lutado contra eles em solo sírio. O analista acredita que os próximos passos do EI incluem um ataque direto a locais religiosos europeus, visando provocar um conflito com os cristãos.

Acredita que serão visados os símbolos cristãos na Europa, como o Vaticano, por exemplo. O governo inglês admite que existem pelo menos 60 cidadãs do Reino Unido que tenham ligações com o Estado Islâmico. Além de Roma, os principais alvos seriam Paris e Londres.

O Daily Mail publicou um vídeo que mostra mulheres da Brigada Al-Khansaa sendo treinadas. Elas possuem conhecimento do uso de armas pesadas e da fabricação de bombas. Em muitas cidades controladas pelo Estado Islâmico no Iraque e na Síria elas funcionam como uma espécie de força policial, impondo sobre todas as mulheres as regras da sharia – lei religiosa muçulmana. Com informações de WND

Assista:



Por Jarbas Aragão

Via: http://noticias.gospelprime.com.br/mulheres-bomba-lugares-culto-cristao/



Nenhum comentário