Últimas

HEREGE E BIZARRA: “APÓSTOLA” BRASILEIRA AFIRMA SER CUMPRIMENTO DE PROFECIA APOCALÍPTICA

Não... não é cosplay, mas consegue ser mais bizarro ainda...

O Brasil já deu ao mundo Inri Cristo, o codinome adotado por Álvaro Thais que em 1979 afirmou ter recebido uma revelação de sua verdadeira identidade. Com discurso carismático, atraiu dezenas de seguidores que viam nele algum tipo de salvador. Usando uma interpretação própria da Bíblia, estabeleceu-se em Brasília, afirmando ser ali a Nova Jerusalém.

Em 2007, outra revelação foi recebida, desta vez era uma mulher: Daniela Carvalho, deixou de ser uma adolescente normal de 15 anos e passou a se identificar como Pastora Primaz do Reino dos Céus.

Segundo o site de sua igreja, a jovem hoje com 23 anos “representa o santuário, representa o testemunho e o espelho do santuário. É a noiva do Cordeiro sem mancha, sem mácula, pura”. Por isso, todo ano durante a festa do Primado, ela entra vestida de noiva na Igreja Reino dos Céus, denominação neo-pentecostal com sede em Belo Horizonte.

O tempo passa e ela é alçada à condição de apóstola, estabelecendo seu ministério em São Paulo. Pelas redes sociais ela posta fotos e declarações igualmente curiosas.

Daniela, ou apóstola Sol, nome que adotou para indicar sua nova condição espiritual, afirma ser a encarnação de uma figura bíblica.

Usando uma interpretação própria da Bíblia decreta: “Sou aquela que João viu na ilha de Patmos e escreveu no apocalipse 12. Sou vestida de sol e tenho a coroa de 12 estrelas na minha cabeça – coroa do apostolado – e a lua debaixo dos meus pés. Lua não tem luz. A lua representa as igrejas fracas sem revelação cheias de pessoas doentes e fracassadas pela macumba”.

Torna-se ainda mais enfática quando lembra a todos que ela é a “mulher que amaldiçoou o Diabo”, e que ele hoje tem medo dela.

Entre os muitos adjetivos, afirma ser uma “mulher sobrenatural”. Torna-se ainda mais enfática quando lembra a todos que ela é a “mulher que amaldiçoou o Diabo”, e que Satanás tem medo dela.

Com isso tem atraído centenas de pessoas para a igreja que lidera. Os elementos são conhecidos. Venda de objetos ungidos, promessas de prosperidade, além das dezenas de testemunhos gravados com pessoas que receberam curas ou milagres. Faz ainda campanhas com nomes chamativos como “escada de Jacó”, “trezena forte do Arcanjo Miguel” e “monte Manaain”.

Suas fotos e vídeos são compartilhados por evangélicos nas redes sociais na maioria das vezes como piada e os comentários quase sempre possuem um tom de crítica. Mas o fato é que ela tem se tornado popular.

O portal Gospel Prime tentou entrevistar Daniela, mas o pedido não foi aceito. Mesmo assim, existem muitas informações sobre ela nos veículos oficiais da denominação, como a TV Reino e o Jornal do Reino. A primeira e exclusivamente online, já o periódico possui uma versão impressa além da eletrônica.

Chama atenção as vestes usadas por ela e os demais líderes da igreja para ministrar. Coloridas e recheadas de símbolos judaicos, remetem a uma identidade sacerdotal católica.

Os textos e pregações disponíveis na internet apontam para o uso constante das invocações ao arcanjo Miguel, que segundo ela é o seu anjo da guarda. Para muitos, pode ser apenas mais uma denominação neopentecostal ou um desvario de alguém que deseja aparecer, mas um olhar mais atento mostra que Daniela apenas deu continuidade ao que seu pai começou.


Ela é filha do pastor e ex-deputado estadual mineiro Adelino de Carvalho. Em 2001, ele enfrentou uma série de acusações e acabou se tornando inelegível após serem comprovadas diversas fraudes cometidas por ele.

Embora afirmasse ser pobre em sua declaração de renda, vivia em uma mansão que ocupa um quarteirão inteiro num bairro nobre da capital mineira. Diversos eleitores – na maioria membros de suas igrejas – o acusavam de ter prometido (e não cumprido) que distribuiria cestas básicas todo o mês depois que ganhasse a eleição. Também distribuiu vários cheques sem fundo e se justificava que só queria ajudar o povo, mas as vezes ultrapassava seus limites.

Adelino abandonou a vida política, mas há quase 40 anos ele lidera igrejas. Afirma que são mais de 700 igrejas, mas as informações em seu site oficial são bastante vagas sobre o assunto. Autor prolífico, tem mais de 50 livros. Como compositor, escreveu mais de 1.000 músicas de louvor. Como cantor já gravou mais de 30 discos. Como pregador, possui mais de 1.500 mensagens gravadas em CDs e DVDs. Afirma que suas pregações já converteram “mais de um milhão de pessoas”.

Assim como fez sua filha, ele também trocou de nome. Passou a se chamar Davi Efraim. Assevera que sua vida é “um grande mistério”. Nada modesto, diz ser “considerado uma liderança respeitada no meio evangélico e um dos pregadores de maior evidência no Brasil, exercendo um ministério de fogo e poder espiritual”.

Porém, no meio evangélico, tanto ele quanto a filha são considerados seita. Embora se utilize de elementos bíblicos e práticas comuns em igrejas neopentecostais, procura apenas tentar legitimar suas sandices. Infelizmente, como atestam as fotos e vídeos postados por eles, tem conseguido atrair um número crescente de seguidores.

Por Jarbas Aragão

Via: http://noticias.gospelprime.com.br/apostola-sol-daniela-carvalho/

Nenhum comentário