Últimas

FLOR DE FUKUSHIMA: MARGARIDAS MUTANTES CRESCEM NA REGIÃO AFETADA PELA RADIAÇÃO

rsz_1ba90559329626c48d87a99dcf7b118c9

Quatro anos após o desastre da usina nuclear de Fukushima, no Japão, coisas estranhas estão sendo observadas na genética de plantas e animais que vivem por lá.

Nos últimos anos houve vários relatos de frutos deformados e borboletas mutantes. O mais recente relato foi uma foto notável de margaridas mutantes postadas no Twitter por @san_kaido, que tirou a foto na cidade de Nasushiobara, que fica a cerca de 112 km de Fukushima.


Traduzido do japonês, o tweet de @ san_kaido descreve como as margaridas aparentemente foram impactadas pela exposição à radiação desde o incidente março de 2011, o que resultou no colapso de três dos seis reatores de Fukushima, na sequência de um tsunami devastador.

A última frase do Tweet descreve a dose de radiação por hora que está agora presente no local onde a foto foi tirada. Este nível é classificado como seguro para habitação a “médio e longo prazo” de acordo com esta explicação dos níveis de radiação.

Isso, sem dúvida, desempenhou um papel importante na recente decisão do governo japonês para permitir que mais de 7.000 moradores de uma cidade perto da usina de Fukushima voltassem para casa, quatro anos depois de serem evacuados. Porém, não está claro como muitos moradores vão voltar a viver lá, de forma permanente.

“Não há lojas. Não há médicos. Eu não sei o que fazer”, disse uma ex-moradora à mídia local.

Via: http://www.ipcdigital.com e UND

Nenhum comentário