Últimas

JUÍZO: ONDA DE CALOR NO PAQUISTÃO DEIXOU 1.300 MORTOS


O número de mortos pela onda de calor anômala que sacode a província paquistanesa de Sindh, no sul do país, subiu para 1.306 de acordo com fontes médicas citadas pelo jornal paquistanês Dawn.

As autoridades locais culpam das mortes a empresa de energia K elétric, devido a uma queda de energia que afetou toda a cidade de Karachi.

As autoridades de saúde recomendaram aos residentes evitar a exposição prolongada ao sol e com roupas de algodão. As autoridades paquistanesas abriram 100 centros para aliviar os efeitos do calor.

Tradução: Últimos Acontecimentos.

Fonte: RT.

Nenhum comentário