VERGONHA: IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL PATROCINA RELATÓRIO NEUTRO SOBRE MAÇONARIA - Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar

Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar Allahu Akbar

Últimas

VERGONHA: IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL PATROCINA RELATÓRIO NEUTRO SOBRE MAÇONARIA


SEGUNDO A"INVESTIGAÇÃO" DA DENOMINAÇÃO, NÃO EXISTE BODE, NÃO EXISTE BAPHOMET E OS ESCRITOS DE ALBERT PIKE SÃO ANOMALIAS NO SISTEMA MAÇÔNICO.

Assim como Silas Malafaia, que declarou num programa de rádio (link aqui.) que, embora o cristão não possa ser maçom, a seita em si é uma instituição"séria" e"com pessoas do mais alto gabarito da sociedade"; agora é a vez da IPB, a denominação presbiteriana de maior tradição no Brasil, tomar um rumo semelhante.


Antes de prosseguirmos, caso você, leitor; seja leigo na questão e esteja assustado por ouvir acerca de cristãos defendendo a maçonaria(bem como possibilidade de que os mesmos venham à integrá-la.), recomendo que vá para este link que deu tanto o que falar no ano passado para, somente então, retornar à esta publicação.

Neste mês tivemos no programa Vejam Só!, da emissora RIT, um especial sobre o tema"maçonaria". Estão lembrados desse programa? É o mesmo que tornou conhecido no Brasil o Dr.José Renato Pedroza e seu incrível trabalho de combate à Nova Ordem Mundial. Há cerca de 5 anos, quando explodiu no meio evangélico ao trazer à tona uma lista de pastores maçons dada a ele por um ex-grão mestre(lista essa que, diga-se de passagem, trazia o nome de Guilhermino Cunha, atual presidente da catedral presbiteriana do Rio de Janeiro e ex-presidente do Supremo Concílio da IPB, bem como do Rotary Club do Brasil.), Pedroza chegou a participar em 4 ocasiões no Vejam Só!tamanha era a repercussão do material apresentado por ele(foi o único a tratar abertamente de maçonaria e illuminatis na TV.). Todavia, o tempo passou, o apresentador Éber Cocareli ficou um bom tempo na geladeira e Pedroza nunca mais voltou a figurar na emissora de R.R.Soares. Segundo o próprio doutor, tudo aconteceu por ordens expressas da maçonaria que, na figura de Silas Malafaia, teria telefonado enfurecido para os bastidores da atração. Coincidência ou não, o fato é que, após tanto tempo sem mexer neste tema; o programa voltou a realizar a pauta, porém além de optar em gravar com apenas um convidado(o que já não é comum quando o tema abordado costuma ser tabu.), o nome de José Renato Pedroza nem sem sequer foi mencionado. Muito pelo contrário, o que tivemos foi o Rev.Paulo Audbert Delage e seu falatório frouxo, polido e politicamente correto(repleto de material oficial, mas incapaz de dizer como adquiriu; fato que somente lança suspeitas sobre o nível de seu envolvimento na ordem templária, muito embora haja um senhor muito parecido com o tal reverendo e munido do mesmo sobrenome que, além de desembargador, é membro da Academia de Letras do Brasil.).



Do começo ao fim, o que se vê e ouve de Delage nada mais é do que uma jogada de panos quentes por cima da maçonaria, apresentando a seita feito um mero clube privado. Não à toa, ele repetiu ao longo de toda a atração que seu trabalho não é"demonizar" a maçonaria, mas sim apenas trabalhar com os fatos. Fatos estes que, por sinal, não passam de uma série de documentos oficiais e públicos da seita. Eu quase morri de rir quado escutei o sujeito enchendo a boca para promover sua pesquisa alegando que só trabalha com dados oficiais. Pensei: "É sério mesmo isso? O cara quer investigar uma sociedade secreta mediante fontes formais?". Ora, até a alta magia do satanismo possui literatura aberta ao público... É ridículo ter de pensar que uma ordem que, da cabeça aos pés, é entupida de simbologias e tentáculos na sociedade; se obrigaria a ser burocrática e transparente para com os de fora.

Francamente, achei aquela edição do Vejam Só! um tamanho desserviço ao Reino de Deus, bem como extremamente nociva a novos convertidos. A moral da história que eles quiseram transmitir a quem viu foi:"a maçonaria só tem implicações a quem é evangélico, pois secularmente trata-se uma instituição inocente." Dentre um festival de idiotices após o outro, Paulo Delage diz que não há bode na maçonaria e que não existe baphomet nos ritos maçônicos. Líderes maçons renomados como Albert Pike não devem ter seus escritos e obras levados em consideração, pois não passam de"opiniões pessoais(tática suja idêntica à do marxista que, para não dar o braço a torcer, alega que os muitos ditadores socialistas existentes não passam de anomalias, e não um reflexo honesto da doutrina comunista.)". Lamentável!

Conforme já informei, o livro"Fé Cristã e Maçonaria: Compatíveis?" é uma obra realizada com a"benção" da Igreja Presbiteriana do Brasil. Não somente isso, mas o livro reflete também a posição oficial adotada nos recentes concílios da denominação. Uma postura covarde parecida com o cristão recém-convertido que se recusa a queimar seus antigos livros de bruxaria por considerá-los de algum valor cultural. "Não serve para mim, mas serve para os outros": é assim que funciona a mente de quem lidera a IPB? Então quer dizer que temos aqui um acordo entre as 2 instituições do tipo"deixem-nos limpar a nossa barra e prometemos fazer isso sem sujar a de vocês"??? Um"jogo de comadres" digno de quem possui entre seus membros figuras influentes pertencentes à maçonaria?


LINK DO PROGRAMA NA ÍNTEGRA AQUI.

Via: http://unidoscontraomundo.spaceblog.com.br/

Nenhum comentário