Últimas

TRAÇOS DE RADIAÇÃO DE FUKUSHIMA DETECTADOS NA COSTA DO CANADÁ

Vestígios de radioatividade proveniente da usina nuclear japonesa de Fukushima, acidentada em 2011, foram detectados em uma amostra de água do mar recolhida perto da costa oeste do Canadá

Vestígios de radioatividade proveniente da usina nuclear japonesa de Fukushima, acidentada em 2011, foram detectados em uma amostra de água do mar recolhida perto da costa oeste do Canadá - de acordo com um grupo de monitoramento.

A rede InNFORM (Integrated Oceano Fukushima Radionuclide Monitoring) disse que é a primeira vez que traços de césio 134 são detectados na costa norte-americana.

Este isótopo é característico do desastre que atingiu a usina nuclear de Fukushima em 11 março de 2011, após um devastador terremoto e tsunami no Japão.

A amostra, coletada em fevereiro na costa da Colúmbia Britânica, no Canadá, continha níveis de césio "bem abaixo dos níveis internacionais que são potencialmente perigosos para a saúde humana ou ambiental", ressaltou a InFORM em seu site.

"Os níveis observados, tanto no mar quanto perto da costa, são consistentes com os modelos que previram a chegada desta poluição costeira por volta dessa época do ano", explicou um dos cientistas do grupo, o professor Jay Cullen, da Universidade de Victoria, à rádio CBC.

Ele também indicou que os níveis de césio 134 são 1.000 vezes mais baixos do que os que são considerados seguros para a água potável.

A InFORM observou que vários anos de monitoramento são necessários para determinar o impacto ambiental completo do desastre de Fukushima.

Às 14h46 da sexta-feira 11 de março de 2011, um terremoto de magnitude 9 na costa do Pacífico provocou o pior desastre natural que atingiu o Japão desde a Segunda Guerra Mundial.

Ao desastre natural, juntou-se um acidente nuclear em Fukushima, que destruiu três dos seis reatores.

Via: AFP

Nenhum comentário