Últimas

OBAMA AGORA EXIGE QUE ISRAEL DESISTA DA SUA TERRA PARA CRIAR UM ESTADO PALESTINO


Em linguagem extraordinariamente dura, que ressalta a fratura nas relações entre Washington e Israel, o Chefe de Gabinete da Casa Branca, Denis McDonough, disse que "uma ocupação que durou quase 50 anos tem de acabar".

McDonough criticou promessa pré-eleitoral de Netanyahu, de bloquear a criação de um Estado palestino - o suposto objetivo final de décadas de infrutíferas negociações de paz - e questionou os esforços de Netanyahu para desfazer o dano:

"Não podemos simplesmente fingir que essas observações nunca foram feitas, ou que eles não levantam questões sobre o compromisso do primeiro-ministro de alcançar a paz através de negociações diretas", disse ele. "O povo palestino deve ter o direito de viver e governar a si mesmo em seu próprio Estado soberano", acrescentou.

E aí está. Estamos chegando ao fim da corrida, e os cavalos da profecia estão prestes a completar a volta do páreo. Obama quer Jerusalém para as míticas do povo palestino, e ele vai levá-la. O conflito no Oriente Médio sempre foi e sempre será sobre uma questão: A QUEM PERTENCE JERUSALÉM?

Por que isso é de tal importância? Porque Jerusalém é o lugar onde o Messias voltará para a batalha do Armagedom, predita por Ezequiel, o Profeta, e travada no vale de Megido. Jerusalém é o lugar onde o Messias estabelecerá Seu reinado de 1.000 anos sobre toda a terra, no Trono de Davi. Jerusalém é a "menina dos olhos de Deus", e logo vai atrair a atenção do mundo inteiro.

É quase o tempo dos eventos começarem. A Bíblia nos diz quem vai lutar esta batalha, e o mais importante, quem vai ganhar a batalha. Você está pronto para o que vem a seguir?

Via: WHY?Outreach.

Nenhum comentário