Últimas

NAÇÃO EX-CRISTÃ: A MAIORIA DOS ESTADUNIDENSES AGORA DIZEM QUE JESUS ERA REALMENTE UM PECADOR


Apesar de que de cada 10 americanos, 9 concordam que Jesus era uma figura histórica, o que eles creem acerca dEle diverge amplamente, de acordo com uma pesquisa recentemente divulgada do Grupo de Pesquisa Barna, uma organização sem fins lucrativos que analisa as tendências culturais com relação às convicções religiosas desde 1984.

Noventa e dois por cento dos entrevistados concordaram que Jesus andou na terra como homem no passado.

Mas quando o assunto foi a divindade de Jesus, os números caíram. Entre os jovens americanos, que nasceram depois do ano 2000, só 48 por cento concordaram que Jesus é Deus, dizendo que ele é apenas outra figura espiritual, comparável a Maomé ou Buda.

Cinquenta e dois por cento dos americanos disseram que Jesus foi um pecador como as outras pessoas enquanto vivia na terra.

O fato de que Jesus não tinha pecado sempre foi uma doutrina central da teologia cristã, pois sua pureza o qualificava como o sacrifício perfeito para os pecados da humanidade.

O Apóstolo Paulo escreveu: “Deus fez daquele que não tinha pecado algum a oferta por todos os nossos pecados, a fim de que nele nos tornássemos justiça de Deus.” (2 Coríntios 5:21 KJA) O escritor da Epístola aos Hebreus ecoou o mesmo ponto: “Pois não temos um sumo sacerdote que não seja capaz de compadecer-se das nossas fraquezas, mas temos o Sacerdote Supremo que, à nossa semelhança, foi tentado de todas as formas, porém sem pecado algum.” (Hebreus 4:15 KJA)

“Esse estudo mostra o grau de compromisso cristão dos Estados Unidos — mais de 150 milhões de americanos dizem que professam a fé em Cristo,” disse David Kinnaman, presidente do Grupo Barna e diretor do estudo nacional. “Essa estatística impressionante nos faz perguntar: até que ponto os americanos expressam bem esse compromisso? Muitas de nossas pesquisas anteriores mostram que a dedicação dos americanos a Jesus é, na maioria dos casos, longa em extensão, mas tem uma profundidade rasa.”

Traduzido e editado por Julio Severo do WorldNetDaily: Most Americans now say Jesus actually a sinner

Via: juliosevero.com

Nenhum comentário