Últimas

FUNCIONÁRIO DA MONSANTO ADMITE QUE EXISTE UM DEPARTAMENTO PARA DESACREDITAR CIENTISTAS


Pela primeira vez um funcionário da Monsanto reconheceu que há um departamento dentro da empresa que tem por missão "desacreditar" os cientistas que se pronunciam contra os transgênicos.

Um funcionário da Monsanto admitiu publicamente que a empresa de transgênicos conta com um departamento encarregado de "desacreditar" os cientistas que se opõem aos seus produtos e advertem sobre os riscos para a saúde que carregam. A revelação deixa explícito o peso político e financeiro da Monsanto para pressionar os que falam contra, afirma Christina Sarich ao Natural Society.

Em uma recente reunião formada em sua maioria por estudantes, um deles perguntou o que a empresa faz para invalidar como "má ciência" o que prejudica o seu trabalho. O funcionário da Monsanto, William Moar, que faz palestras sobre os produtos da empresa, talvez se esqueceu que nesse momento o evento era público, revelou que a Monsanto possui um "departamento inteiro" que se dedica a "desacreditar" a ciência que não está de acordo com a sua, escreve o jornalista.

Sarich afirma que "em uma única frase formulada publicamente, Moar admitiu que a ciência financiada pela Monsanto é pura propaganda". Segundo a jornalista, a empresa vai continuar desacreditando e desvalorizando as contribuições dos organismos científicos internacionais da OMS.

Em março a International Agency for Research on Cancer (IARC) da OMS anunciou que o glifosato, ingrediente ativo do herbicida Roundup da Monsanto, foi classificado como possivelmente cancerígeno para os seres humanos.

Fontes:
- Periodismo Alternativo: Empleado de Monsanto admite que existe un departamento para desacreditar científicos
- RT: Empleado de Monsanto admite que existe un departamento para desacreditar científicos
- Natural Society: Monsanto Employee Admits an Entire Department Exists to “Discredit” Scientists
www.anovaordemmundial.com

Nenhum comentário