Últimas

ESCOLA VACINA SECRETAMENTE ADOLESCENTE SEM O CONSENTIMENTO



Várias vacinas foram administradas em adolescentes de 16 anos de idade, incluindo a vacina contra o HPV. Uma mãe em Chicago está furiosa depois que sua filha adolescente recebeu várias vacinas na escola sem o consentimento dela.

Michelle Miller acreditava que um formulário que ela assinou dava permissão à escola para que sua filha de 16 anos de idade realizasse nada mais do que um exame físico de rotina.

Mas a estudante Noelle Miller acabou recebendo várias vacinas: uma para catapora, hepatite A, meningite e a vacina contra HPV, nenhuma das quais a mãe de Noelle tinha consentido, exceto a vacina contra catapora.

"Quando eu vi aquilo enlouqueci completamente", disse Miller sobre os registros de imunização da filha.

Uma fonte interna da Escola Pública de Chicago, diz que a mãe, de fato, assinou um termo de consentimento para as vacinas, de acordo com a CBS 2 Chicago, mas a mãe nega dizendo que ela só aprovou as imunizações estaduais necessárias.

"Assinei apenas as exigências do estado para uma estudante da Escola Pública de Chicago e apenas a vacina contra catapora entrou nessa categoria", disse Miller.

Um porta-voz do Norwegian-American Hospital, que operava a van de cuidados que administrou as vacinas, não poderia comentar à CBS 2 sobre o caso específico, mas disse que ele exige um formulário de consentimento para cada vacina administrada.

A lei de Illinois também permite que menores de 12 anos ou mais permitam as vacinas contra o HPV, mas Noelle diz que ela nunca foi questionada.

As preocupações de Miller sobre o excesso vacinações são prudentes.

As vacinas voltadas ao combate do Papilomavírus Humano, Gardasil e Cervarix, têm sido responsabilizadas por uma série de efeitos debilitantes de saúde, incluindo dores de cabeça, derrames cerebrais, convulsões, problemas auto-imunes e várias mortes. (Dados do CDC entre junho de 2006 e dezembro de 2008 admitem 34 mortes, mas ressaltam que "não houve um padrão comum para as mortes que poderiam sugerir se fossem causadas ​​pela vacina.")

"O Sistema de Relatórios de Casos Adversos da Vacina do Governo Federal dos EUA em julho de 2013 mostra 30.674 reações adversas notificadas após a vacinação do Gardasil, com 963 receptoras inválidas e 140 mortes", de acordo com a publicação de Illinois.

A prevalência dos casos adversos levou pessoas de vários países, incluindo França, Japão, Índia e Espanha, a abrirem processos criminais contra os fabricantes das vacinas contra o HPV. Inúmeras histórias de horror do Gardasil também podem ser encontradas no site SaneVax.org.

A perturbada mãe de Chicago diz que está esperando por uma explicação da escola de sua filha e do conselho escolar.
Fontes:
- Infowars: SCHOOL SECRETLY VACCINATES TEEN GIRL WITHOUT CONSENT
- CBS 2 Chicago: Mom teen daughter vaccinated without her consent
- Norwegian American Hospital: Care-a-van
- Illinois Review: NEW RULE ALLOWS ILLINOIS KIDS TO GET SECRET STD VACCINATIONS
- CDC: Summary of HPV Adverse Event Reports Published in JAMA

http://www.anovaordemmundial.com/

Nenhum comentário