Últimas

“O MUNDO ESTÁ À BEIRA DE UMA CRISE MONETÁRIA SEM PRECEDENTES”


O fortalecimento do dólar norte-americano, a "morte" do euro e 74 trilhões de dólares em derivados cambiais, tudo isso pode levar a maior crise monetária da história, alertam os especialistas.

O economista Michael Snyder acredita que o fortalecimento do dólar observado nestas semanas "não é uma boa notícia".

"Um dólar forte prejudica as exportações dos EUA, prejudicando assim a economia. Além disso, o dólar fraco tem impulsionado um forte crescimento em mercados emergentes em todo o mundo. Como o dólar se fortalecendo, torna-se muito mais difícil para os países pedir-lhe emprestado e pagar dívidas antigas", escreveu em seu artigo no portal Infowars.

Depois, há o euro, que está caminhando para mínimos históricos. O euro está se aproximando de paridade com o dólar e "eventualmente, cair para baixo do dólar", acredita Snyder.

"Isso vai causar uma grande dor de cabeça no mundo financeiro. Europeus tentando resolver seus problemas econômicos, criando enormes quantidades de dinheiro novo. É a versão europeia de flexibilização quantitativa, mas têm efeitos colaterais muito negativas" adverte o economista.

Tradução: Últimos Acontecimentos.

Fonte: RT.

Nenhum comentário