Últimas

ARÁBIA SAUDITA PODE AJUDAR ATAQUE ISRAELENSE AO IRÃ EM TROCA DE PROGRESSO COM PALESTINOS



Meu Comentário: A Arábia Saudita está caminhando para cumprir as profecias (tanto Bíblicas quanto Islâmicas) relacionadas ao seu bombardeio na cidade de Meca e de seus poços de petróleo da região. Já tem inflamado a ira de muitos países com a guerra dos preços do petróleo, dessa forma, motivos não faltam, ainda mais agora com o Irã. O assunto deste artigo é mais uma dessas formas de se “colocar mais lenha na fogueira”, como dizem.

por David Daoud,

Em conversas fechadas com parlamentares europeus, diplomatas sauditas disseram que estão em total acordo com os israelenses sobre a questão nuclear iraniana,informou o Channel 2 de Israel nesta terça-feira.

De acordo com um funcionário na sede da União Europeia, como parte de um acordo de coordenação conjunta com os israelenses, a Arábia Saudita está pronta para permitir que a Força Aérea de Israel atravesse o espaço aéreo saudita para atacar o Irã, se necessário.

No entanto, a aprovação saudita é condicionada pelos progressos realizados no sentido de um acordo entre Israel e os palestinos. O governo saudita é sensível à opinião pública, e não podemos permitir que Israel use o território saudita ou o espaço aéreo para uma ação militar, sem demonstrar algum progresso na questão da criação do Estado palestino, de acordo com o relatório.

Enquanto isso, as autoridades israelenses negaram que eles não saibam os detalhes do acordo com o Irã que está sendo negociada pelas potências mundiais, no qual eles se opõem. Os legisladores ressaltaram que Israel não precisa dos Estados Unidos revelarem o que está sendo dito durante as negociações porque Israel tem outros parceiros entre as potências mundiais, juntamente com as informações obtidas a partir dos serviços de inteligência de Israel, o que por si só já deixou claro que o acordo no todo é um mau negócio.

Um funcionário próximo à Administração Obama disse que as garantias de segurança não serão discutidas com Israel porque os Estados Unidos, “não podem iniciar discussões substantivas” antes das próximas eleições de Israel.

Hoje [24/02/2015], o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, abordou a questão das negociações, a menos de um dia depois que um grande vazamento ocorreu em relação às negociações com o Irã. Kerry, que falava durante uma audiência no Congresso sobre o orçamento do Departamento de Estado, disse que é muito cedo para falar de um acordo entre as partes, e observou que os Estados Unidos não estão preparados para aceitar um Irã nuclear. Kerry também atacou os adversários do acordo – incluindo Israel – dizendo que eles não sabem os detalhes das negociações.

“Esta é a nossa política: o Irã não terá armas nucleares. Qualquer um que vai por aí dizendo que eles não gostam do acordo, ainda não sabe qual é o problema. Ainda não há absolutamente nenhum acordo”, disse Kerry. Ele acrescentou que os Estados Unidos esperam saber em breve se o Irã está pronto para concordar com os termos propostos, que segundo ele eram razoáveis ​​e verificáveis. Ele terminou dizendo que o Irã deve cumprir com a demanda do P5 + 1 e demonstrar que não está interessado em armas nucleares.

Antes do discurso de Kerry, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse que ele tem a intenção de lutar contra o acordo emergente quando ele visitar o Congresso na próxima semana. Durante um tour nas bases do Comando Sul de Israel, Netanyahu disse que, “Infelizmente, as informações que tenho recebido nos últimos dias confirmam muitas das nossas preocupações sobre o próximo acordo entre o P5 + 1 e o Irã. Este acordo, se assinado, permitiria que o Irã se torne um estado no limiar de se tornar nuclear”.

Netanyahu acrescentou que, “este é um mau acordo que põe em risco o nosso futuro. Meu dever como primeiro-ministro é fazer todo o possível para evitar tal acordo. Então, eu estou indo para Washington para falar diante do Congresso, porque o Congresso pode ser a última chance de parar o acordo com o Irã”.

* Artigo traduzido por mim, link do original aqui: Report: Saudi Arabia May Aid Israeli Strike on Iran in Exchange for Progress With Palestinians

Via: http://dcvcorp.com.br/?p=1279
Por Dionei Vieira

Nenhum comentário