Últimas

Quase um Chernobyl brasileiro: Usina Nuclear Angra 1 falha durante queda de energia



Se o deligamento da usina se prolongasse, ele iria superaquecer, e talvez teríamos a repetição do que houve em Fukushima e Chernobyl.

Uma forte queda de energia do Sistema Interligado Nacional (SIN) provocou o desligamento automático, às 14h49 desta segunda-feira (19) da Usina Angra 1, em Angra dos Reis, no Rio.

O SIN é o sistema de produção e transmissão de energia elétrica que coordena as empresas das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste, Nordeste e parte da região Norte. É administrada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) que ainda não se manifestou sobre a queda de energia que atingiu diversas regiões do Brasil.

A informação foi dada há pouco pela Eletronuclear, estatal do Sistema Eletrobras que administra a Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto, onde funcionam as usinas Angra 1 e 2 e está em construção a Usina Nuclear Angra 3.

“O desarme do reator ocorreu devido à atuação do conjunto de equipamentos que o protegem. A causa constatada foi uma forte queda na frequência do SIN”, disse a empresa, em nota divulgada à imprensa.

De acordo com a Eletronuclear, a usina operava normalmente quando houve a oscilação da frequência. Os técnicos da companhia trabalham, no momento, para religar a usina ao SIN. Segundo a empresa, o evento não ofereceu risco aos trabalhadores, à população e ao meio ambiente.

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2015-01-19/usina-nuclear-angra-1-falha-durante-queda-de-energia.html

Nenhum comentário