Últimas

Paul Craig: “Ataque contra Charlie Hebdo foi de falsa bandeira”

O ex subsecretario do Tesouro dos EUA, Paul Craig Roberts, disse que o ataque terrorista à sede da "Charlie Hebdo", em Paris, foi uma operação de "falsa bandeira", destinado a reforçar o estado vassalo da França ante Washington".

"Os suspeitos podem ser tanto culpado como bodes expiatórios. Basta lembrar todos os planos terroristas criados pelo FBI que serviu para fazer a ameaça terrorista real para os americanos", escreveu Roberts em um artigo publicado em seu site.

O cientista político disse que as agências dos EUA têm planejado operações clandestinas na Europa para criar o ódio contra os muçulmanos e fortalecer a esfera de influência de Washington nos países europeus.

"A polícia encontrou o cartão de identidade da Said Kouachi na cena do tiroteio [perto da sede de 'Charlie Hebdo']. Será que isso soa familiar? Lembram-se que as autoridades afirmaram ter encontrado o passaporte intacto de um dos seqüestradores do 11 de setembro de 2001 nas ruínas das torres gêmeas. Uma vez que as autoridades descobrem que povos ocidentais estúpidos vão acreditar em qualquer mentira transparente, eles vão recorrer a mentiras de novo e de novo ", disse Roberts.

O anúncio da descoberta da Polícia de ter encontrado uma caderneta indica claramente que "o ataque contra o "Charlie Hebdo " foi um trabalho interno e que aquelas pessoas identificadas pela NSA como hostil as guerras ocidentais contra os muçulmanos vão ser indiciados por um trabalho interno projetado para retornar a França debaixo do polegar de Washington ", disse o cientista político.

Além disso, Roberts disse que a economia francesa está sofrendo com as sanções impostas por Washington contra a Rússia. "O estaleiro estão sendo afetados por não poder entregar as encomendas Russas devido à condição de vassalagem da França para Washington", disse ele, acrescentando que "outros aspectos da economia francesa estão sendo impactados negativamente pelas sanções que Washington obrigou seus estados fantoches da OTAN aplicar contra a Rússia. "

Tradução: Últimos Acontecimentos.

Fonte: RT.

Nenhum comentário