Últimas

Mídia iraquiana noticia: Militantes do ISIS estão contraído Ebola. “Homens-bomba-biológica”?


Algo deve estar acontecendo...

Estaria o ISIS contaminando sua própria militância com ebola para fazê-los de "homens-bomba-biológica"?

Ou então, sendo o ebola fabricado em laboratório, como muitos tem afirmado, será que os EUA disseminaram o vírus no Iraque para acabar com o ISIS, sem precisar de armas?
----

Relatos de que militantes do Estado Islâmico em Mosul contraíram Ebola rodam embora ditas por fontes de mídia iraquianas na quarta-feira. Funcionários da Organização Mundial de Saúde disseram que não confirmaram os casos, mas a organização já estendeu a mão para oferecer assistência.

Três tomadas informam que Ebola apareceu em um hospital em Mosul, uma cidade 250 milhas ao norte de Bagdá, que tem estado sob controle ferrenho do ISIS desde junho de 2014. Os relatórios, no entanto, têm perpetuado a maioria em favor do governo e da mídia curda.

"Nós não temos nenhuma notificação oficial a partir de [o governo iraquiano] que é Ebola,"

"Nós não temos nenhuma notificação oficial a partir de [o governo iraquiano] que é Ebola," Christy Feig, diretor de comunicações da OMS disse Mashable.

Feig acrescentou que a OMS está em processo de chegar a funcionários do governo no Iraque para ver se eles precisam de ajuda investigando os casos, uma tarefa que poderia ser um desafio, dadas as restrições que viriamcom a operar em território controlado pelo ISIS.

Não está claro se algum especialistas em doenças ou médicos em Mosul são mesmo capazes de testar o vírusEbola. Um oficial curdo, que estava convencido de que os casos são Ebola, disse o curdo meio de comunicaçãoXendan que os sintomas dos militantes foram semelhantes aos do vírus Ebola.

No entanto, os sintomas do Ebola - náuseas e vômitos, diarréia, sangramento e hematomas - também são semelhantes aos associados com uma série de outras doenças, incluindo a malária, a febre de Lassa, febre amarelae do vírus Marburg. Casos de Ebola Também, a maioria confirmada nesta recente surto ter se originado na África Ocidental.

Citando uma fonte não identificada em um hospital de Mosul, oficial jornal pró-governo do Iraque, al Sabaah, disse que a doença chegou em Mosul de "terroristas" que veio "de vários países" e África.

Enquanto ISIS recrutou combatentes estrangeiros, muito poucos deles - se houver algum - Acredita-se que viajou da África Ocidental.

Enquanto ISIS recrutou combatentes estrangeiros, muito poucos deles - se houver algum - Acredita-se que viajou daÁfrica Ocidental.

A maioria dos combatentes africanos do Estado islâmico veio da Tunísia, de acordo com um relatório WashingtonPost. Outros vieram de Marrocos, Líbia, Egito, Argélia, Sudão Árabe e Somália - nenhum dos quais comunicaram nenhum caso de Ebola em 2014.

Se os casos em Mosul vir a ser Ebola - um cenário que, neste momento, parece altamente improvável - seria a primeira vez que o vírus é detectado em uma área controlada por ISIS, um grupo que não abraça a ciência e amedicina moderna.

Ao longo das últimas semanas, militantes filiados com ISIS tem executado mais de uma dúzia de médicos em Mosul, de acordo com Benjamin T. Decker, um analista de inteligência com o Grupo levantino, geopolítico de consultoria e pesquisa baseado no Oriente Médio .

"Os trabalhadores da ONU têm sido, até agora proibidos de entrar em território controlado por ISIS no Iraque e Síria",Decker, que é especialista em Iraque, disse Mashable.

"Neste contexto", disse ele, "a falta de infra-estrutura de médicos, materiais e profissionais da cidade sugere que osurto pode levar rapidamente a novas infecções de ambos os combatentes ISIS e moradores de Mosul."

Via: http://mashable.com/2014/12/31/isis-islamic-state-ebola/ e UND

3 comentários

simonalisa disse...

Sera que isso tem a ver com os campos de concentração FEMA e seus caixões?

Eduardo Tomazoni disse...

Esse assunto é complexo, precisa muitas pessoas trocando informações pra entender com exatidão.

Aldo Silva disse...

Creio ser mera especulação terrorista!!!