Últimas

Estado Islâmico ordena MUTILAÇÃO GENITAL DE 2 MILHÕES DE CRIANÇAS



O líder do grupo jihadista, Abu Bakr al Baghdadi, ordenou todas as famílias da cidade iraquiana de Mosul que realizem a mutilação genital "para promover a atitude islâmica entre os muçulmanos".

O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al Baghdadi, ordenou a mutilação genital de 2 milhões de meninas iraquianas que vivem na cidade de Mosul, com o objetivo de "distanciamento de deboche e imoralidade". Caso contrário, "terão de enfrentar uma punição severa", disse o líder da organização terrorista, relata a agência AINA.

"Isso afetaria potencialmente a quatro milhões de mulheres", disse a coordenadora humanitária da ONU no Iraque, Jacqueline Badcock, acrescentando que "isso é algo muito novo no Iraque, especialmente nesta área." "É algo que provoca grande preocupação e devem ser abordadas", ele adverte.

"Quando o EI chegou em Mosul, as pessoas saudaram com uma calorosa recepção, mas, por causa dos desejos horríveis de EI, especialmente a prática da mutilação genital feminina pela força, está começando a ser evidente para o público que o EI não pode fazer outra coisa se não a tortura ", disse Asil Jamal, ativista dos direitos humanos.

A prática da circuncisão feminina viola os direitos à saúde, à segurança e à integridade física das pessoas; o direito de ser livre de tortura e tratamentos cruéis e desumanos do direito à vida, como muitas vezes chega a causar a morte.

Tradução: Últimos Acontecimentos.

Fonte: RT.

Nenhum comentário