Últimas

Dilma se reúne com porcos da Unasul para transformar o Brasil em um chiqueiro



A frase que melhor resume o relacionamento do governo petista com a escória dos governos latino-americanos é: “quem se mistura com porcos, farelo come”. Claro que sabemos que todo o projeto do PT não tem nenhum apreço por nossa sustentabilidade, somente pela manutenção do poder na mão de bolivarianos.

Conforme matéria do Último Segundo, a presença de Dilma na Cúpula Extraordinária da União das Nações Sul-Americanas (Unasul), em Quito, no Equador, foi recheado de momentos ridículos. Veremos alguns deles:

É preciso transformar esses recursos [naturais] em ferramentas efetivas de diversificação produtiva e desenvolvimento social, sob pena de ficarmos presos ao círculo vicioso da mera exportação de matérias-primas.

E eles são muito bons nisso! Na Venezuela, mesmo sendo privilegiados em recursos naturais como Petróleo, eles estão definhando. Na verdade, as informações que esse pessoal do Foro de São Paulo troca é sobre como explorar estatais que monopolizam o comércio de recursos naturais. É puro negócio. Que só beneficia os donos do poder, evidentemente.


[A América do Sul deve ser consolidada como um] exemplo de paz, de união, em um mundo cada vez mais conturbado pelas incertezas de ordem política e econômica.

Deve ser uma maravilha esse projeto de “paz e união”. Opositores assassinados (e violentados com fuzil) na Venezuela. Eleitores chicoteados na Bolívia. E o Brasil com 60.000 homicídios por ano. É um belo exemplo pro resto do mundo, não? E o pior é que ela fala tudo isso sem ficar corada.


[Na época das manifestações da Venezuela em fevereiro de 2014, a Unasul comprovou a “eficácia” da entidade para “auxiliar os Estados-membros na busca de soluções democráticas, pacíficas e negociadas em cenários de crise”.

Ha ha ha…

O senso de humor dessa aí é mórbido demais.


Nós, países da Unasul, provamos que somos capazes de enfrentar muitos dos desafios. Nos últimos anos, nossos países aumentaram a renda per capita, diminuíram o desemprego e reduziram os níveis de pobreza de suas populações.

Ué, não era essa aí que não pára de dizer que Aécio deve “descer do palanque”? Isso aí é discurso de campanha. E como sempre, mais falso que menstruação de travesti. Argentina, Venezuela e Brasil estão liquidando suas economias.


Somos 12 países com 12 visões de mundo que representam as experiências e aspirações de cada uma de nossas sociedades.

Uma hora falam em “Pátria Grande”, depois em “12 países com 12 visões de mundo”.

Mas sabemos que todas as aspirações de porcos como os líderes da Argentina, Venezuela, Brasil, Equador e Bolívia é uma só: a aniquilação econômica dos países controlados por eles, seguido pelo enriquecimento de seus partidos. É a isso que se chama de “projeto de poder” no léxico bolivariano.

É claro que os líderes de republiquetas com as quais Dilma e Lula se aliam não definem seus povos. Esses “líderes” que se unem para discutir projetos totalitários são os porcos, não as populações de seus países.

Até por que duvido que as populações da Argentina, Venezuela, Equador e Bolívia sejam compostas de bárbaros psicopatas. Esses povos são vítimas dos porcos que os governam.

E, pelo que se nota, Dilma está cada vez mais focada em nos transformar em um grande chiqueiro. Vocês vão engolir isso?

Em tempo: existem alguns líderes de países civilizados aí no meio (exemplo: Colômbia). Mas os porcos estão doidos para levá-los para o chiqueiro também.

Via: http://lucianoayan.com/

Nenhum comentário