Últimas

Democracia? Manifestantes por direitos humanos são presos em Cuba

Mulher do grupo Damas de Branco é presa nesta quarta-feira (10) em Havana durante manifestação pelo Dia dos Direitos Humanos (Foto: AFP Photo/Adalberto Roque)

A polícia cubana prendeu nesta quarta-feira (10) 32 pessoas, incluindo 16 membros das Damas de Branco, que tentavam se manifestar nas ruas de Havana por ocasião do Dia Internacional dos Direitos Humanos. O grupo Damas de Branco foi formado em 2003 por familiares de presos políticos.

"Vivam os direitos humanos", gritavam os manifestantes no momento de serem detidos num setor central da capital. Nos últimos anos, os opositores detidos em Cuba costumam ser libertados poucas horas depois.

As Damas de Branco, que ganharam o Prêmio Sakharov do Parlamento Europeu em 2005, e outros opositores cubanos haviam convocado uma manifestação frente a uma das sedes do Festival de Cinema de Havana para comemorar o Dia dos Direitos Humanos.

O governo comunista da ilha chama os opositores cubanos de "mercenários" a serviço dos Estados Unidos.

Homem é preso nesta quarta (10) durante manifestação em defesa aos direitos humanos em Cuba (Foto: AFP Photo/Adalberto Roque)
Cubana é presa nesta quarta (10) em Havana durante manifestação pelos direitos humanos (Foto: AFP Photo/Adalberto Roque)

Nenhum comentário