Últimas

Mortes por ebola sobem para 5.459

 Crianças observam agente desinfetando local em Bamako, no Mali, dia 14 de novembro (Foto: Reuters/Joe Penney)

Com farsa ou sem farsa, vamos acompanhar...

O número de mortos na epidemia de ebola subiu para 5.459, em 15.351 casos identificados em oito países até 18 de novembro, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira (21).

Os números mostraram um aumento de 39 mortes e 106 novos casos desde a última atualização, divulgada na quarta-feira (19).

"A transmissão continua intensa na Guiné, Libéria e Serra Leoa", disse a OMS, referindo-se aos três países da África Ocidental, os mais atingidos pelo surto, que respondem por todas as mortes, com exceção de 15.

Infográfico sobre ebola, V6 (Foto: Infográfico/G1)
Todos os seis casos de ebola conhecidos no Mali morreram e 327 contatos expostos ao vírus estão sendo monitorados na capital Bamako, afirmou a entidade.

Um médico cubano, o primeiro infectado com o vírus Ebola, foi transferido durante a noite de Serra Leoa para Genebra pela OMS. Autoridades suíças afirmaram em entrevista coletiva na sexta-feira no Hospital da Universidade de Genebra, onde Felix Baez está em isolamento, que ele estava em uma condição estável.

O médico de 43 anos está recebendo a droga experimental ZMapp, feita pela Mapp Biofarmacêutica.

Mais cedo nesta sexta-feira, a OMS declarou que um surto de ebola separado na República Democrática do Congo está acabado, depois que ninguém mais apresentou sintomas por dois períodos de incubação desde o último caso. Ao todo, foram 49 mortes entre 66 pessoas infectadas na província de Equateur.

Veja detalhes dos locais com contaminação:

Guiné: São 2.047 casos, entre confirmados, prováveis e suspeitos. Ao todo, morreram 1.214 pessoas.

Libéria: São 7.082 casos, entre confirmados, prováveis e suspeitos. Ao todo, morreram 2.963 pessoas.

Serra Leoa: Foram 6.190 casos, entre confirmados, prováveis e suspeitos. Ao todo, morreram 1.267 pessoas.

Mali: Fouve 6 casos, entre confirmados e prováveis, e todos morreram.

Espanha: Houve apenas um caso confirmado, o da enfermeira Teresa Romero, que já foi curada.

Estados Unidos: Houve quatro casos da doença. Um dos pacientes morreu e três outros foram curados.

Nigéria: Foram 20 casos de ebola, entre confirmados e prováveis, que levaram a 8 mortes. O país já foi declarado livre da doença.

Senegal: Houve apenas um caso da doença e o paciente se recuperou. O país já foi declarado livre da doença.

Via: G1

Nenhum comentário