Últimas

A agenda em curso! Sexualização nas escolas: você quer isso para seus filhos?

Uma agenda terrivelmente imoral está em curso no Brasil, e pretende destruir a família tradicional...

É isso que você quer para seus filhos?

Mas o Governo Comunista de Dilma assim deseja e impõe!

Confira as cartilhas que o MEC já está distribuindo à algumas escolas do país.
A seguir o conteúdo de uma das 2 cartilhas apresentadas...


Canto inferior esquerdo: os pais como tolos, assustados, inseguros.
A professora na imagem principal como a pessoa certa
para responder as questões e ensinar sobre sexo.


A identidade sexual como algo a ser construído.
"Não é beeeem assim essa coisa de ser menino e ser menina."

Pais idiotas e indiferentes.

Subversão total da autoridade: os pais na cadeira dos réus,
as crianças julgando e a professora dando a sentença.

Sério: quem, tendo vivido uma infância sem abusos e superexposições,

é capaz de colocar-se tais questões aos 10 anos de idade?!

Riscando o fósforo.
Descrição detalhada.

A exposição precoce das crianças a tais conteúdos nada mais é do que o outro lado da moeda que defende a descriminalização e legalização da pedofilia. Ou seja, pretende-se forçar um despertamento sexual cada vez mais cedo para que, quando a pauta pedófila prevalecer, as crianças já não tenham mais a menor chance de proteção e defesa: nem da lei, nem da cultura, nem dos pais, nem mesmo dos seus próprios sentimentos de estranhamento e rejeição, pois já terão sido expostas a um conteúdo com o qual não possuem condições psíquicas de lidar e diante do qual não conseguem resistir.

Meu recado aos pais que têm filhos na escola: fiquem de olho! E demonstrem aos professores e coordenação que estão de olho! Conversem com os outros pais, troquem informações, convivam, tomem iniciativas juntos. Peçam as listas de livros que serão adotados no ano seguinte, pesquisem antes, intervenham, façam outras propostas quando as que a escola oferecer não forem boas. Enfim, não deixem a coisa correr à revelia! Cheguem junto! E se a coisa piorar e não houver chance de mudança da situação, exijam que as crianças sejam dispensadas da aula. E se nada disso resolver, o homeschooling está aí para isso.


Por Camila Hochmüller Abadie: mãe, esposa e mestre em filosofia. Edita o blog Encontrando Alegria, e apresenta o programa 'Encontrando Alegria' na Rádio Vox.

Via Mídia Sem Máscara

3 comentários

Sidney007 disse...

Eles ensinam na escola e a mídia podre faz o resto, é isso que o trouxas que defendem a cartilha ainda não perceberam.

Gogh disse...

Sou a favor do conhecimento, não importa a idade.
Sexo é bom e todo mundo que já fez sabe que é ligado ao prazer, mais cedo ou mais tarde a maioria das pessoas faram ou por desejo ou por curiosidade....independente do motivo acho que se o sujeito for fazer, que faça sabendo do que se trata.
Não vi o conteúdo dessa cartilha então não posso aprova-la ou desaprova-la, só acho que para um conteúdo assim, dever-se-ia antes construir um alicerce de civilidade no cidadão, tendo isso ele poderá lidar de forma coerente com qualquer conhecimento que ele se depare.

Pastor Fran disse...

INCRÍVEL COMO ESTAMOS ÀS PORTAS; SE NÃO TOMAR-MOS CUIDADOS, SEREMOS VÍTIMAS DA NOSSA PRÓPRIA IGNORÂNCIA! Nosso governo fica na hipocrisia querendo defender nossas crianças, e joga em nossa cara tamanha aberração e distorção do moral familiar, retirando, através de programas libertinos na tv, jornais e revistas, Outdoors e muitos outros descaradamente a verdadeira infância, e literalmente estuprando violentamente o ceio familiar. Suas ideias imorais e sem relação nenhuma com Deus e seus princípios só pode vir do maligno e com certeza quem sugere uma cartilha como essas é como quem nunca teve filho(ou se teve, abortou) e querer da lições de moral, conduta e conselho a pais/mães que com carinho conduzem seus filhos. Nossas crianças na verdade precisam é de um governo que apoiem seus pais com programas de moralidades e civilidade, compaixão e compromisso, programas moralmente projetados pela opinião da sociedade no geral que com certeza não aprova tal cartilha que logo após distribuição vai causar muito dano a sociedade vindoura. PrFran.