Guerra: Irã responderá a ataques dos EUA e de Israel com 'punho de ferro' - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL

News

11 de nov de 2011

Guerra: Irã responderá a ataques dos EUA e de Israel com 'punho de ferro'

Khamenei diz que Exército e Guarda Revolucionária estão prontos para responder a ataques - Reuters/Arquivo
É incrível, não estou defendendo um ou outro, mas se o Irã sofre sanções devido possuir instalações nucleares, porque Israel também não é sancionado? Aliás, diversos outros países? Porque? É claro! A tirania assassina quer guerra! Só não enxerga isso quem quer continuar na cegueira! Leia a notícia:

O líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, alertou os Estados Unidos e Israel nesta quinta-feira, 10, para que não lancem ataques militares contra as instalações nucleares iranianas, argumentando que tal ação seria respondida com "punhos de ferro", segundo informações da televisão estatal.

As tensões sobre o programa nuclear iraniano voltaram a ganhar a atenção da comunidade internacional n terça-feira, quando a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) divulgou um relatório afirmando que Teerã estava de fato trabalhando no desenvolvimento de armas atômicas.
Além disso, o governo israelense especulou a possibilidade de conduzir ataques contra as instalações nucleares iranianas. O teor do relatório também aumentou a pressão sobre os Estados Unidos para que tomem medidas contra do desenvolvimento atômico iraniano.

Nos mais agressivos comentários feitos pelas autoridades iranianas até agora, Khamenei, a mais poderosa figura do Irã, afirmou que a República Islâmica retaliaria qualquer ataque das "nações inimigas", mas acrescentou que o objetivo de Teerã não é dar início a uma "guerra sangrenta".

"Nossos inimigos, particularmente o regime sionista, a América e seus aliados, devem saber que qualquer tipo de ameaça ou ataque, ou mesmo planos para qualquer ação militar serão respondidos com firmeza. A Guarda Revolucionária, o Exército e nossa nação vão responder aos ataques com punhos de ferro", disse o aiatolá na televisão estatal.

Israel, que o Irã se recusa a reconhecer como Estado, e os Estados Unidos afirmam que consideram todas as possibilidades para deter o programa nuclear iraniano, inclusive ações militares, caso os meios diplomáticos não se mostrem eficazes. Os israelenses afirmam que Teerã e seu projeto atômico são "uma ameaça à paz no mundo".

As potências ocidentais acusam o Irã de manter bases de enriquecimento de urânio para a fabricação de armas atômicas, mas Teerã nega e afirma que seu programa nuclear é pacífico. O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) já impôs quatro rodadas de sanções ao Irã, e países ocidentais afirmam que podem acionar o órgão novamente após o relatório.

2 comentários:

Anônimo disse...

Terminada esta, tem mais:

http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5466956-EI294,00-Forcas+do+regime+sirio+acusadas+de+crimes+contra+a+humanidade.html

Anônimo disse...

Israel tem 200 bombas atómicas e a doutrina Sansão para ser aplicada no caso que venha a sucumbir o estado Sionista em mãos de ejercitos invasores, nese caso as 200 bombas serão lanzadas tanto no proprio territorio como no dos inemigos.
Sugiro que utilise o dom que Deus te deu e encontres o material que avala esta informãsão que um militar -brasileiro-israelense me pasou faz uns 3 anos atras. E bom que as pessoas saibam!!!

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site