Evidências mostram que Noruega sofreu um ataque terrorista de falsa bandeira para provocar transferência de identidade política - LIBERTAR.in - Ministério CASA DE YISRAEL

News

24 de jul de 2011

Evidências mostram que Noruega sofreu um ataque terrorista de falsa bandeira para provocar transferência de identidade política

Transferência de identidade: Quando são provocadas situações para atribuir uma falsa e má denominação a uma pessoa ou grupo. Ou seja, uma difamação. 
Como havíamos suspeitado, o atentado na Noruega realizado comprovadamente por um maçom, que possivelmente esteja sendo controlado mentalmente, seja por lavagem cerebral idealista, ou por alguma tecnologia (Mk-Ultra), é um ataque de falsa bandeira organizada pela CIA para desacreditar opositores políticos de direita na Europa, atribuindo-lhes a conotação "extremista de direita" utilizada pela a mídia para com o  terrorista (?). 
E também, é claro que a tirania irá aproveitar ao máximo o impacto e as repercussões de um atentado destas dimensões, para realizar algumas manobras políticas em favor de suas implementações para o governo mundial. Leia o artigo:  

Antes dos acontecimentos na Noruega, o Departamento de Segurança Nacional dos Eua liberou um vídeo de propaganda caracterizando alguns americanos da classe média branca como terroristas e membros da al-Qaeda, a CIA concebeu este termo para combinar a imagem de terroristas  com "extremistas de direita "nos Estados Unidos.

O vídeo DHS é parte do governo "See Something, Say Something" que é uma campanha de histeria em massa norte americana. Tal grupo se denomina de Libertários. O suposto autor do atentado da Noruega está sendo descrito como um extremista de direita, que era um ex-membro de um partido político popular que se considera ser membro de um "partido de pessoas libertário" com uma ideologia baseada no liberalismo clássico.

Anders Behring Breivik foi membro do Partido do Progresso, segundo informações da imprensa. Ele era um membro de 2004 a 2006 e em seu partido juventude 1997-2006 até 2007.

"O Progresso" preâmbulo plataforma do Partido identifica a organização como libertário populista e seu principal objetivo declarado era uma redução dos impostos e uma intervenção do governo. O CFR diz que o Partido do Progresso e similares partidos políticos na Suécia e na Finlândia representam um movimento do Partido Europeu Chá em ascensão.

A UE, o FMI e os banqueiros internacionais estão preocupados com a crescente populismo deles na Europa.

" O movimento populista político em toda a Europa, impulsionado pela raiva pública sobre o impacto da crise financeira é ameaçador e dificulta as negociações para a solução de problemas da zona do euro cuja dívida fica cada vez mais difícil", informou a Reuters em abril.

O ataque de falsa bandeira da Noruega chegam como "movimento popular" e crescem também na Alemanha.

Não é por acaso que a mídia corporativa está comparando Anders Behring Breivik para Timothy McVeigh. Horas após o ataque terrorista, a NRK Noruega emissora pública citava Tore Bjorgo na Academia de Polícia, em Oslo, e disse que o ataque foi parecido com o bombardeio do edifício federal em Oklahoma City.

O ataque de 1995 atribuído a Timothy McVeigh matou 168 pessoas. Bjorgo é mencionado no "The Turner Diaries" , o "anti-governo" romance escrito por William Luther Pierce, o ex-líder dos nacionalistas da Aliança Nacional.Ataques de falsa bandeira seguido de campanhas de propaganda intensa são um dos vários métodos usados ​​pelo governo para neutralizar a oposição política.

CONCLUSÃO: Breivik é obviamente um bode expiatório para ressuscitar a mega operação Gladio ( Gladiador ) cuja finalidade foi destruir toda a oposição política aos banqueiros.

Para quem não se recorda, a Operação Gladio ( Gladiador ) foi uma "estratégia de tensão", idealizado pela elite que empregava o terrorismo - assassinato e atentados - para desacreditar opositores políticos na Europa. Organizada pela CIA e seu pessoal, em parte, com ex-membros da polícia secreta de Mussolini.

Nos próximos dias, poderemos esperar eventos de terror mais intensificados e de falsa bandeira. Estes possíveis novos ataques serão utilizados pela mídia corporativa contra opositores dos mercados globais culpando, é claro, opositores políticos a esses mercados.

Isso é um instrumento legítimo no plano dessa elite globalista para continuarem a derrubar as economias nacionais e instalar o seu tão sonhado governo mundial. Mesmo que para isso continuem acontecendo diversos assassinatos em massa.

Um comentário:

Jhlury disse...

é bem obvio isso...Povo europeu protestando contra a elite,nada como um ataque de falsa bandeira para colocar medo nas pessoas.

Últimos mais vistos

Mais vistos em 10 anos de site