Select Menu
* SITE EM MANUTENÇÃO. DESCULPE, ALGUNS LINKS PODEM NÃO FUNCIONAR. *

O fim de semana de altas temperaturas levou muitos turistas e munícipes para as praias da Baixada Santista na manhã deste domingo (21). Com a média dos termômetros marcando 32 graus na região e o tempo abafado, um morador de Bertioga, no litoral de São Paulo, conseguiu registrar um fenômeno raro no céu, conhecido como ‘arco-íris de fogo’.

Segundo Fernando Morato, ele e a família se preparavam para um passeio quando algo chamou a atenção deles no céu da cidade. “Uma imagem magnífica, lindíssima. Logo percebemos que se tratava de um fenômeno”, descreve.


Imagem colorida no céu chamou atenção em Bertioga (Foto: Fernando Morato / VC no G1)

Morato contou que ele e a esposa ficaram tão impressionados com a cena que foram pesquisar sobre o tal fenômeno. “Minha esposa foi pesquisar e descobrimos que se tratava de um fenômeno raríssimo chamado arco íris de fogo”.

Explicação pra boi dormir

Segundo especialistas o círculo brilhante semelhante com as cores do arco-íris é formado por cristais em nuvens chamadas cirrus. Para que isso aconteça, o sol tem que alcançar uma altitude específica e a luz solar precisa entrar nos cristais de gelo em um determinado ângulo.

Via: G1 e Verdade Mundial
-


Nessa semana, Madonna, a grande sacerdotisa da indústria da música, deve ter ficado um pouco irritada quando soube que várias músicas de seu novo álbum vazaram na internet. A cantora disse que essas canções eram apenas "demos" antigos, mesmo assim elas foram disponibilizadas para download no iTunes mais tarde como parte do álbum "Rebel Heart". O que mais chamou a atenção foi o fato de a tão esperada faixa intitulada "Illuminati" estar entre as músicas vazadas. Nessa faixa, a cantora menciona figuras notáveis como Barack Obama, Lady Gaga e Oprah Winfrey e afirma que essas celebridades ​​e figuras políticas não pertencem ao "grupo secreto Illuminati" que alguns "teóricos da conspiração" acreditam controlar o mundo.


Sabemos há muito tempo que surgiu entre os artistas mainstream, como Jay Z, Beyonce, Lady Gaga e Rihanna, uma tendência para referenciar os illuminati e usar simbolismo e linguagem corporal comumente associado com a elite oculta e o controle mental MK. Isso culminou com a especulação de que os Illuminati estariam usando a cultura pop para aclimatar lentamente as pessoas a sua existência, ou simplesmente como uma maneira dissimulada de mostrar ao mundo quem controla a indústria do entretenimento. Dessa forma, a canção de Madonna disse o óbvio quando afirma que essas celebridades não pertencem aos Illuminati. Eles realmente não fazem parte.

Os Illuminati são um grupo de banqueiros e empreendedores mais ricos e poderosos no mundo, muitos de linhagem sanguínea antiga, e são donos da maior parte dos bancos centrais e grandes corporações. Essas celebridades não pertencem a essa grupo seleto, mas são "peões", que devem fazer aquilo que são mandados, promovendo simbolismo oculto, a cultura do controle mental, da degradação moral e, ainda, promovendo esse emaranhado ocultista como a nova filosofia das massas.

Nestes seguintes trechos da canção, vemos declarações bastante reais.

Rihanna não conhece a Nova Ordem Mundial.

Sim, é verdade. A maior parte desses artistas são escravos de mente controlada que têm pouco controle sobre sua consciência. Eles provavelmente sabem pouco sobre os verdadeiros objetivos da Elite oculta...ou seja, seus patrões, e Rihanna, no entanto, promove muito bem a Agenda Illuminati.


Os pais fundadores escreveram na parede
E agora a mídia está enganando a todos nós
Para o certo e para o errado


Exatamente. Os pais fundadores a quem a música se refere são provavelmente os maçons, que projetaram os EUA e deixaram pistas quase que explícitas de que pretendem instaurar um governo único mundial. E não é novidade que a mídia engana a todos.

É verdade também que o número de artistas tentando chamar a atenção mencionando as "teorias de conspiração" está aumentando. No entanto, isso também é parte da agenda para descredibilizar esses assuntos. Portanto, é lógico que Madonna (ou aqueles em controle de sua carreira) estava querendo aumentar a atenção em torno de si, mas note que, embora ela declare música que essas figuras não fazem parte dos Illuminati, ela nunca mostra descrença nesse grupo oculto e ainda refere a eles como a "verdade e a luz". Infelizmente o público em geral não perceberá esses detalhes.

Aqui está a letra da música:

Não é Jay Z e Beyonce
Não é Nicki ou Lil Wayne
Não é Oprah e Obama
Papa ou Rihanna
Rainha Elizabeth ou Kanye
Não são pentagramas ou bruxaria
Não estão tentando fazer dinheiro
Magia negra ou Gaga
Gucci ou Prada
Montada em um gato dourado

[Refrão]

O olho que tudo vê está vigiando hoje à noite
Isso é o que é
Verdade e luz
O olho que tudo vê está vigiando hoje à noite
Nada a esconder
Segredos dentro
É como todo mundo nesta festa, brilhando como Illuminati
É como todo a gente nesta festa, brilhando como Illuminati

É a iluminação que começou tudo
Os pais fundadores a escreveram na parede
E agora da mídia nos enganar todos
Para o certo e para o errado
É hora de dançar e transformar essa escuridão em algo
Então deixe o fogo queimar, esta música está eletrizante
Nós vamos viver para sempre, o amor nunca morre
Começa hoje à noite

Rihanna não conhece a nova ordem mundial
Não é cantos criptografado de platina
Não é Isis ou Phoenix, as câmeras do Egito
Não faça isso em algo sórdido
Não é Steve Jobs ou Bill Gates
Não é o que você ama Estados Unidos
Não é um Beaver ou um Braun
Clinton ou Obam'
Ou alguém que você ama odiar

Via: http://danizudo.blogspot.com.br/
-


acordo com o North Korea Tech, a Coreia do Norte está praticamente sem internet há cerca de 24 horas. Inúmeros problemas de instabilidade em todos os servidores do país foram registrados, e a maior parte dos IPs norte-coreanos está inoperante. Não há informações oficiais sobre a natureza do problema, mas especula-se que isso seja fruto da “resposta proporcional” prometida pelo presidente dos EUA por conta dos ataques à Sony Pictures.

Em uma transmissão ao vivo na última sexta-feira (19/12), Barack Obama disse que os ataques ao estúdio hollywoodiano eram uma tentativa de censurar os norte-americanos e, por isso, era necessário responder de forma proporcional.
Guerra na web

Se isso realmente for obra do governo norte-americano, é possível que novas informações que confirmem ou refutem essa hipótese surjam em breve. Caso positivo, os EUA acabam de extrapolar um novo nível de ataques cibernéticos, dando margem para a Coreia do Norte iniciar uma verdadeira ciber-guerra.

Não há muitos usuários da internet na Coreia do Norte, uma vez que a estrutura da rede por lá é quase completamente dedicada ao governo e a ações militares. Mesmo assim, o caso do hack da Sony Pictures está longe de representar para os EUA o que representa para a Coreia do Norte uma completa interrupção de sua rede. Fique ligado no TecMundo para saber mais sobre o caso.
Atualização: ataque DDoS massivo

De acordo com informações do The New York Times, um ataque massivo de DDoS tem sido registrado nas últimas horas na Coreia do Norte. Segundo informações do jornal, o país tem apenas 1.024 endereços de IP, a maioria deles utilizado pelo governo. Apenas a título de comparação, os Estados Unidos possuem bilhões deles.

On Christmas North Korea should go

O serviço de internet na Coreia do Norte é administrado pela Star Joint Venture, empresa que obtem a maioria das suas conexões por meio da rede da China Unicorn, estatal de telecomunicações da China. O ataque direcionado a esses endereços fez com que, no período da manhã, o serviço ficasse fora do ar por uma hora.

Antes de ler a história, só quero dizer que existem duas coisas que você deve fazer. Primeiro, ore a Deus para que os erros aconteçam e salve o bebê este ano! Em segundo lugar, quero que todos vocês espalhem isto para muitos nas próximas 24 horas. Nós temos a prova – é tudo REAL! Por não ajudar, você está dando consentimento para este mal!



Por incrível que esta história possa parecer, é tudo verdade e Stew Webb tem acumulado todas as provas com fontes de inteligência dos Estados Unidos e do serviço secreto . Ele também tem o testemunho sob juramento legal de Anthony Lavey , que é filho de Anton Lavey, fundador da Igreja de Satanás . Anthony dá um incrível testemunho do que ele testemunhou no vídeo abaixo . Ele viu o presidentes dos Estados Unidos ir a este evento e Stew obteve a confirmação de muitos do serviço secreto que isso é verdade . Então olhe para todas as provas e todos os vídeos. É tudo real e Stew Webb quebrou a história . É ainda confirmado por notícias locais quando pegou um cara em Oklahoma trabalhando para o Illuminati tentando sequestrar um bebê para o sacrifício!

O edifício acima é chamado "The Navarra" e é o local onde o Conselho Illuminati,de 13 sacrifica crianças no verão e inverno solstício de cada ano.. O sacrifício solstício de inverno acontece nas primeiras horas da manhã de 21 de dezembro deste ano. O Conselho se encontrara no porão do The Navarra, que tem um lugar especial ao longo das linhas de lei magnética e por isso eles gostam de fazê-lo aqui.

US Intel informou a Stew Webb que viu 12 figuras encapuzadas sacrificar um bebê, beber o sangue e comer o coração! Nós esperamos obter muito mais atenção sobre esse evento deste ano. Se você estiver na área de Denver e quiser ajudar a expor este evento , entre em contato Stew Webb sobre os números listados em seu site www.stewwebb.com e traga sua câmera e um grande grupo com você ! By the way, o Conselho, de 13: 12 homens , eles deixam o assento 13 vazio para Satanás ocupar .

O Navarra costumava ser um velho bordel e fica em frente do ostentoso Brown Palace Hotel no centro de Denver. Há na verdade um túnel com uma entrada pelo banheiro para o bar no interior do Palácio de Brown, chamado taberna do navio, que permite os hóspedes dos hotéis ir por baixo das ruas para o Navarra, em segredo. O disfarce do The Navarre é que ele é um " estúdio de arte ", mas é aberto apenas para o público uma vez ou duas por ano. Stew deu a última verificada nele! Eles não estão fazendo nenhum dinheiro abrindo apenas uma vez, de modo que o objetivo principal claramente deste edifício não é um museu !Stew também tem algumas cenas muito chocante de uma invasão do FBI em um sacrifício satânico, que eu não vou nem falar, porque é realmente muito chocante para a maioria dos leitores. Está na primeira página do website em www.stewwebb.com mas nem sequer olhe se você fica facilmente chocado porque é muito nojento e é real. Eles mataram mais de 25 pessoas na cozinha de uma casa e havia partes dos corpos em todos os lugares quando abriram as portas . Aqui está o testemunho chocante de Anthony Lavey .



Anthony Lavey - Testemunhou o sacrificio do Conselho Illuminati, dos 13 em Denver ! Ele viu Presidentes dos EUA quando era mais jovem ! Stew tem sua declaração juramentada sobre o assunto. Depois de que Anthony deu esta entrevista para Stew , ele foi espancado!



Stew Webb quebrou a história do sacrifício Illuminati depois de muitos anos fazendo pesquisas sobre isso. Algumas das melhores fontes dentro do governo não lhe diria onde era por medo de morrer. Ele tem ativamente exposto sua luta contra a elite criminosa luciferiana desde 1980. Este homem é um dos denunciantes mais dedicados e hardcore que está vivo hoje. Ele atualmente contribui com notícias / relatórios . Esta é uma fonte privilegiada que deve ser elogiada por sua coragem e integridade implacável heroico ao ser envolvido nesta resistência perigosa. Muitas tentativas têm sido feitas sobre sua vida, e até hoje ele tem sobrevivido a todos com grandes bênçãos e proteção.

Foi provado que este sacrifício existi quando Sammie Lamon Wallace foi baleado e morto ao tentar sequestrar uma criança de 2 anos num WALMART. Toda ocorrência foi gravada em câmara e até mesmo colocado no noticiário local, antes de ser censurado a nível nacional. Antes de morrer, Sammie admitiu o seu envolvimento com os Illuminati e que ele estava a raptar a criança para o seu sacrifício em 21 de Junho de 2013! O FBI e a polícia local revistaram a casa dele e concluíram que Sammie esteve, de facto, a trabalhar com os Illuminati com base em evidências que reuniram.

Durante o noticiário local, foi afirmado que a Polícia confirmou que os Illuminati eram um conhecido culto satânico! Esta incrível história nunca apareceu nos sites dos shills nos meios de comunicação alternativos, mais uma vez provando que eles estão de facto a ajudar os Illuminati através da sua censura e outras atividades.

Via: http://beforeitsnews.com/alternative/2014/12/illuminati-baby-sacrifice-in-denver-saturday-night-us-presidents-attending-3080214.html
- -


brasileiro de 18 anos convertido ao islamismo foi preso pela Interpol, acusado de integrar a facção radical Estado Islâmico, segundo informações publicadas neste sábado pelo jornal Folha de S.Paulo. O jovem, que é da cidade de Formosa, em Goiás, responderá processo na Justiça espanhola por terrorismo. A detenção foi na segunda-feira, mas a polícia espanhola revelou apenas ontem.

De acordo com o jornal, o brasileiro foi detido quando viajava da Catalunha, na Espanha, onde residia, à Síria, para lutar com o grupo extremista no país. Ele foi preso quando tentava cruzar a fronteira da Bulgária com a Turquia. Dois marroquinos que viajavam com ele também foram presos. Os três foram os únicos capturados de um grupo de 20 pessoas que deixou a Catalunha este ano para unir-se ao Estado Islâmico.

De acordo com o jornal, a os investigadores ficaram surpresos com a presença do brasileiro, já que ele é mais novo que a idade média do grupo – de 26 anos – e é o único dos 20 que não vem de um país com forte influência do islamismo. Segundo as investigações, o jovem se converteu ao islamismo na Catalunha. Depois, se radicalizou e começou a buscar informações sobre como integrar as fileiras do EI, diz o jornal.

O brasileiro e os dois marroquinos estão presos na sede da agência búlgara, e na segunda-feira o governo espanhol pedirá a extradição dos três à Espanha, diz o jornal.

Via: Terra
- -


EUA-OTAN preparam-se para entrar em guerra com a Rússia?
A Cimeira da OTAN no País de Gales, em setembro montou o palco.

Várias iniciativas militares dirigidas contra a Federação da Rússia foram lançadas nos últimos meses, incluindo a realização de jogos de guerra na Europa Oriental, treinamento militar e o destacamento de forças especiais na Ucrânia.

Estas iniciativas militares são levadas em coordenação com propaganda de mídia e um programa de "terrorismo econômico", que consiste de sanções econômicas perturbadoras, o congelamento de transações comerciais e monetárias, a manipulação fraudulenta dos mercados do petróleo e de moeda, etc. A campanha de mídia consiste em apresentar guerra como um empreendimento humanitário.

O final do jogo é enfraquecer a Federação Russa, minar as suas instituições, empobrecer sua população.

Enquanto isso, o Congresso americano aprovou legislação que permita que proporciona uma luz verde de fato aopresidente Obama a declarar guerra à Rússia.

Os relatórios também confirmaram que Washington está contemplando "mudança de regime" na Federação da Rússia com vista à instalação de um governo mais complacente no Kremlin. De acordo com o presidente VladimirPutin:

"Nós vemos as trágicas consequências das chamadas revoluções coloridas e provações sobreviveram pelos povos dos estados que enfrentaram esses experimentos irresponsáveis de ... interferência ostensiva secreta e às vezes até mesmo em suas vidas ...

Esta é uma lição e aviso para nós e faremos todo o possível para evitar que isso aconteça na Rússia. "(Citado emSputnik, 20 de novembro de 2014)

Ameaça militar combinada com "guerra econômica" destinam-se a criar instabilidade social e económica na Rússia.Guerra cibernética é também um instrumento de intervenção dirigidos contra os sistemas de comunicações do inimigo.

Os exercícios militares dos EUA-OTAN realizados nos últimos meses na Europa Oriental e nos países bálticos foramexplicitamente dirigidos contra a Rússia. De acordo com Moscou, que consistiu em "aumentar operação prontidão", assim a transferência da OTAN "infra-estrutura militar as fronteiras russas".

Em meados de dezembro, o general James Stavridis, ex-comandante da Otan na Europa chama a Aliança Atlânticapara "enviar armas e conselheiros militares para a Ucrânia para ajudar a combater os separatistas apoiados por Moscou."

"Eu acho que nós deveríamos prestar assistência militar significativa para os militares ucranianos. Eu não acho que devemos nos limitar a, a ajuda não-letal. Acho que devemos fornecer munição, combustível, logística. Achocyber-ajuda seria muito significativo e útil, bem como conselhos e potencialmente conselheiros.

"Eu não acho que é preciso haver um grande número de soldados da Otan no chão. O militar ucraniano poderesistir ao que está acontecendo, mas eles precisam de algum tipo de assistência, a fim de fazer isso. "(Citado noGuardian, 14 de dezembro de 2014)

E em 18 de dezembro, o presidente Barack Obama assinou a Lei de Apoio a Liberdade da Ucrânia, que aloca até US $ 350 milhões em ajuda militar para a Ucrânia em apoio da sua campanha militar na Donbass.

Além da concessão de ajuda militar, o exército americano está diretamente envolvido no processo de planejamento militar em estreita coordenação com a Ucrânia Ministério da Defesa.

Seu Chamado "Cooperação de Defesa"

Embora o envolvimento dos EUA está oficialmente limitadas a formação, o envio de forças especiais e de apoio àGuarda Nacional da Ucrânia, mercenários e agentes de segurança privados no contrato do Pentágono e da OTANtambém foram implantados dentro das fileiras das Forças Armadas da Ucrânia e da Guarda Nacional da Donbass aregião do leste da Ucrânia.

Conselheiros militares dos EUA no Trabalho

No final de novembro, o Departamento de Estado dos EUA confirmou que "continuará a enviar equipes especiaispara a Ucrânia para prestar assistência de segurança", ou seja, assessoria e treinamento militar.

Como parte deste programa de assistência à segurança, Brig. Gen. John Hort, chefe de operações, US Army Europefoi enviado para Kiev, juntamente com "sua equipe e os membros do Gabinete de Cooperação em Defesa, localizadana Embaixada dos EUA em Kiev", Ucrânia,

participaram de um Fundo de Contingência de Segurança Global - Ucrânia planejando requisitos reunião com funcionários do ucraniano da Guarda Nacional, aqui, 8-09 dezembro de 2014.

O objetivo do encontro foi identificar requisitos organização Unidade da Guarda Nacional da Ucrânia, treinamento de prontidão e unitárias condições de estado final após a conclusão da formação. Exército dos EUA na Europa,funcionários da defesa Ucrânia compartilham lições aprendidas


Brig. Gen. John Hort (na armação), com o seu pessoal e os membros do Gabinete de Cooperação em Defesa,Sessão de Treinamento na embaixada dos Estados Unidos com os representantes da Ucrânia Militar e da GuardaNacional. Exército dos EUA Fonte

O Escritório de Cooperação em Defesa (ODC): Subsidiária do Pentágono na embaixada dos EUA em Kiev

O Escritório de Cooperação em Defesa, que opera a partir da embaixada dos EUA em Kiev "trabalha com o Ministério da Defesa da Ucrânia para fornecer equipamento militar e treinamento para apoiar a modernização dasforças armadas da Ucrânia." Http://ukraine.usembassy.gov/odc.html

Embaixador dos EUA Geoffrey Pyatt, em articulação com a secretária-assistente de Estado Victoria Nuland,desempenha um papel fundamental na coordenação das atividades de ODC-Ucrânia. Autoridades da Defesa na Embaixada dos Estados Unidos, por sua vez, em ligação com o Pentágono. As atividades do ODC amplamente definidas consistirá em:

1. A implantação de militares norte-americanos no interior da Ucrânia;
2. formação e de consultoria funções militares;
3. A venda e aquisição de sistemas de armas norte-americanas;
4. Apoio à Guarda Nacional da Ucrânia através de um acordo com protocalar Guarda Nacional da Califórnia

1. A implantação de militares norte-americanos na Ucrânia é executado sob o Programa da Equipe de contato so-calledJoint -Ucrânia (JCTP)

A missão do JCTP é "implantar as equipes militares dos EUA para a Ucrânia para familiarizar com os militaresucranianos com vários aspectos dos militares ocidentais."

2. O programa de treinamento militar é executado sob os auspícios da Education International Military and Training(IMET). No âmbito deste programa, o pessoal militar na Ucrânia é enviado para os EUA para treinamento.

3. A venda e aquisição de armas está sob os auspícios de vendas militares / Foreign Military Financing (FMF)

O programa FMF auxilia o militar ucraniano na condução de reforma da defesa, fornecendo fundos para a Ucrâniapara comprar US equipamentos e serviços militares. (http://ukraine.usembassy.gov/odc.html)

4. Apoio à Guarda Nacional da Ucrânia é implementado por meio do Programa de Parceria do Estado da Califórnia-Ucrânia (SPP). Embora o mandato SPP é o de "promover a democracia, economias de livre mercado e da reformamilitar, na prática, a SPP é usado para canalizar a ajuda, bem como forças especiais e consultores militares parabatalhões da Ucrânia (neo-nazistas) da Guarda Nacional de Donbass.


O Batalhão Azov da Guarda Nacional no Leste da Ucrânia é integrado por recrutas neo-nazistas.

De significância, a Missão SPP é coordenada conjuntamente pelo embaixador dos EUA para a Ucrânia e o Comandante do Comando Europeu (EUROCOM) General Philip Breedlove com sede em Stuttgart, Alemanha.

A administração de Obama é uma ameaça para a segurança global

DIGA NÃO as diretivas de guerra dos EUA à Rússia que poderá levar o mundo a um cenário mundial de 3ª Guerra.

Via:
Global Research e UND
Meu Comentário: Já escrevi sobre isso outras vezes e vou acabar me repetindo novamente, mas não tenho como fugir disso, as recentes ações de Obama nas últimas semanas, culminando com seu movimento em direção a uma reaproximação com Cuba, só vem a reforçar a minha opinião de que Obama e/ou a(s) pessoa(s) que o influencia(m) – visto que abertamente o Papa também foi incluído nesse último movimento – são verdadeiros gênios quando se trata do conhecimento e percepção do ser-humano e do seu comportamento em sociedade. A capacidade de manipular as pessoas e toda uma sociedade é algo notável, realizado na forma e momento certos, uma sincronia interessante. Observando os movimentos do governo dos EUA (Obama) em sincronia com o que ocorre em outros centros de poder como na Europa, no Oriente-Médio e na Ásia (particularmente na Rússia e na China), é curioso observar como essa orquestra e seus projetos de poder se movem a cada novo evento que ocorre ou devido ao próprio movimento que criam, como foi recentemente o caso dos EUA e Cuba, que num primeiro momento é bom apenas para os irmãos Castro e péssimo para muitos outros, se isso vier a se efetivar, pelo menos que povo de Cuba possa ter enfim alguma possibilidade de melhora na sua atual qualidade de vida, que é miserável. Independente disso ocorrer, tudo leva a crer que a hegemonia de esquerda permanecerá, mesmo após a morte dos irmãos Castro, mas isso é outra análise e ficará para outro post, afinal essa aproximação dos EUA e Cuba também tem reflexos para a América Latina. Este artigo, traduzido e reproduzido a seguir, mostra que, apesar da popularidade de Obama estar em um nível muito baixo, a sua arrogância, astúcia e influência não caíram na mesma proporção, pois vários de seus movimentos para levar adiante sua agenda tem tido muito sucesso, mesmo com a vitória republicana das últimas eleições no Senado e na Câmara. Nesses dois anos de mandato que ainda possui, Obama deve ter ainda muitas surpresas na manga, algumas delas nota-se que tem sido articuladas durante anos e talvez as vejamos em prática nos próximos meses e Obama tem sua própria agenda de poder para os EUA e o Oriente Médio em especial. Não custa lembrar que a dívida nacional americana passou oficialmente, em novembro de 2014, dos 18 trilhões de dólares … Obama poderia parafrasear Lula e dizer, nunca antes na história dos EUA a dívida foi tão alta. Só para você ter uma pequena idéia do mal que Obama faz aos EUA, ele é presidente num tempo ao equivalente a 2,7% da história presidencial americana, mas é responsável por mais de 40% da dívida nacional americana. Obama aumentou em mais de 70% a dívida nacional americana quando comparado ao seu antecessor, dívida essa que chegou em 10,6 trilhões referente ao último ano do governo Bush. Lembrando que, durante o governo Bush, os EUA teve a dispendiosa guerra do Iraque e nem assim chegou perto do que Obama conseguiu em quase 6 anos de mandato, portanto, ainda pode aumentar muito o estrago nos próximos 2 anos que seu mandato ainda possui e Obama ainda parece conseguir controlar não somente boa parte dos dois partidos, como também da mídia e do povo, não sou o único que acha isso, como verá a seguir.

por Justin Sink,




O último mês tem proporcionado um vislumbre de como o presidente Barack Obama planeja manter sua relevância em Washington, enquanto enfrenta a condição de ter apenas dois anos de mandato com uma Câmara e Senado republicanos.

O anúncio surpresa dessa quarta-feira, de que os EUA estavam buscando normalizar as relações com Cuba foi o mais recente exemplo de uma abordagem nova e muscular em uma ação executiva que destacou a forma como Obama pode promover mudanças sem o Congresso, enquanto anima uma base liberal desanimada.

Isso seguiu-se à assinatura tranqüila de Obama de um pacote de US$1,1 trilhão para gastos, negociados com os líderes do Congresso Republicano, o que irritou os liberais – e que provocou um raro racha com a líder democrata da Casa, Nancy Pelosi.

Para conseguir com que a proposta da lei de financiamento do governo passasse a linha de chegada, Obama enviou o seu chefe de staff da Casa Branca para o Capitólio, para acalmar aos democratas inquietos, e fez chamadas de última hora para aliados como o Dep. James Clyburn, o terceiro no Ranking de líderes democratas na Câmara, para garantir a sua passagem.

Ambas as ações executivas e as negociações com os republicanos são um sinal das coisas que virão para uma Casa Branca que parecia estar jogando na defesa durante a maior parte de 2013 e 2014. E os movimentos vieram depois de uma eleição desastrosa no meio de seu segundo mandato, que viram o partido republicano ganhar a maioria no Senado bem como dos assentos na Câmara.

A eleição dá aos republicanos mais poder em Washington numa altura em que a influência de Obama sobre o seu próprio partido tem se enfraquecido. No entanto, a Casa Branca está sinalizando com suas ações de que ele está longe de estar disposto a doar os holofotes.

“Ele deixou bem claro de que ele não está encolhendo”, disse o estrategista democrata Steve Elmendorf.

A crescente sensação no momento, juntamente com a sensação de que o presidente tem muitos caminhos – e uma nova liberdade – é de que a administração Obama está confiante de que pode continuar a exercer a sua relevância.

O secretário de imprensa da Casa Branca, Josh Earnest, disse nesta quinta-feira que Obama estava “satisfeito com o tipo de progresso que temos feito” ao longo das últimas semanas e que a Casa Branca tinha “cumprido” sua meta de tornar 2014 um “ano de ação”.

“Mas há muito mais que precisa ser feito e o presidente tem uma longa lista de coisas das quais ele está ansioso para enfrentar no novo ano”, disse Earnest.

A Casa Branca acredita que as ações unilaterais de Obama não irão prejudicar a sua capacidade de atingir compromissos bipartidários sobre as prioridades compartilhadas com os republicanos, especialmente em questões como o comércio e a infra-estrutura.

Enquanto que conseguir acordos em ambos seria um desafio em qualquer circunstância, o presidente acredita que tais compromissos poderiam ser viáveis, como parte de um pacote que inclui a reforma tributária corporativa.

E o sucesso de Obama na conquista de membros de sua bancada na lei de financiamento ressaltou que ele ainda pode efetivamente torcer os braços dos democrata para as suas prioridades políticas.

Essa alavancagem será crucial, se ela se dirigir para uma série de prazos para os acordos legislativos que devem passar, incluindo a garantia de financiamento para o Departamento de Segurança Interna, a elevação do teto da dívida e em renovar a carta para o Banco de Exportação-Importação.

“Há um monte desses redutores de velocidade que vão realmente requerer que a administração consiga colocar a linha na agulha”, disse Jim Manley, um ex-assessor do líder da maioria no Senado, Harry Reid.

E a Casa Branca parece confiante de que pode manter o balanço à esquerda, apesar das recentes fissuras.

Enquanto os progressistas se sentiam traídos por disposições da lei de gastos que revertiam as regras incluídas no projeto de reforma de Wall Street, eles são exaltados nos noticiários sobre Cuba.

E a Casa Branca tem outras vitórias recentes que ele vê como a construção de um reservatório de apoio para com os progressistas.

O apoio de Obama para a regulamentação da neutralidade da rede, anunciado em um post no blog, dias após os exames semestrais, ajudou a consertar a sua posição com ambos, os nerds da geração Y e os doadores do Vale do Silício.

E a confirmação do chefe operacional do Serviço Público de Saúde dos EUA, Vivek Murthy – que enfrentou uma feroz oposição da direita sobre o seu apoio para o controle de armas – deu aos liberais uma vitória rara sobre essa questão.

O plano de imigração do presidente reforçou sua posição de 10 pontos percentuais entre os hispânicos, de acordo com uma pesquisa da “NBC/Wall Street Journal”, divulgado na última quinta-feira.

Mas os assessores também reconhecem que as realizações do presidente não estariam ganhando notoriedade se eles ainda estivessem lutando contra algumas das crises que dominaram as manchetes durante o verão – incluindo a crise do Ebola e o dilúvio de menores, desacompanhados dos pais, ao longo da fronteira sul dos EUA. Um funcionário argumentou que a resolução efetiva dessas situações ajudaram a consolidar o trabalho do presidente em outras questões para ganhar ressonância.

Os funcionários da Casa Branca também estão otimistas após um segundo e generalizado período bem-sucedido de inscrições ao ObamaCare, e acreditam que a confirmação de uma dúzia de candidatos judiciais no fim do mandato acabará pagando dividendos adicionais mais adiante no caminho.

Em seus últimos dois anos de mandato, Obama espera usar dezenas de novos funcionários confirmados nos dias finais do Senado para proteger tanto as suas realizações do primeiro mandato e conseguir construir sobre eles.

Algumas ações executivas também vão buscar reforçar a posição do presidente sobre a questão da reforma financeira.

“Eu antecipo que vamos gastar algum tempo e energia no próximo ano e no ano seguinte para tentar contrariar os esforços das empresas de Wall Street e de seus lobistas”, disse Earnest no início desta semana.

E a Casa Branca está buscando preparar medidas adicionais para ajudar aos trabalhadores de colarinho azul, incluindo um novo regulamento forçando os empregadores a tornarem mais trabalhadores qualificados para o pagamento de horas extras.

Earnest e outros funcionários da Casa Branca também reconheceram que eles estão se preparando para um presidente que usará muito mais agressivamente sua força de veto nos próximos meses.

Os republicanos indicaram que planejam passar a legislação em um pântano de questões polêmicas, a partir do oleoduto Keystone XL para o ObamaCare e para revogar as medidas de reforma de imigração de Obama.

Cada instância é certa que oferecerá algo substancial para os republicanos, mas também darão ao presidente e aos democratas do Congresso a oportunidade de estarem unificados contra a reversão de suas prioridades políticas.

“O veto será uma oportunidade para redefinir-se contra o Congresso”, disse o cientista político da Universidade Metodista do Sul, Cal Jillson. “Um número de projetos de lei que os republicanos podem enviar ao Congresso, relacionados às questões fiscais e econômicas em geral, podem ser caracterizados como o mesmo velho absurdo republicano que nos trouxe à crise”.

* Artigo traduzido por mim, link do original aqui: Obama seeks to prolong power

Via: http://dcvcorp.com.br/?p=974
- -