Select Menu


ÚLTIMO HANGOUT E VÍDEO DO CANAL LIBERTAR

Governador mostra fotos de mãos com bolhas e feridas hemorrágicas similares aos do Ebola

Venezuela alerta para doença misteriosa que causa várias mortes
http://www.local10.com/news/venezuela-on-alert-over-mysterious-deadly-disease/28100714



Coletiva de imprensa com os médicos de Aregua


Venezuela Virus 2014: Doença misteriosa infecta área do Aragua; Governador Nega os casos
http://www.latinpost.com/articles/21499/20140915/venezuela-virus-2014-mysterious-disease-reportedly-infects-aragua-area-governor.htm





Governo da Venezuela se contradiz sobre a presença da doença, nega o Ebola, embora distribua panfletos sobre a doença
http://sunoticiero.com/index.php/nacionales-not/61878-gobierno-se-contradice-sobre-presencia-del-ebola-en-venezuela-vea-la-prueba







Doença desconhecida mata oito pessoas em Maracay
A informação foi confirmada pelo presidente da Associação Médica do estado Aragua, Ángel Sarmiento. Ele explicou que quatro adultos e quatro crianças morreram menos de 72 horas depois de serem internados com os mesmos sintomas, incluindo uma febre de 40ºC, desconforto geral, e erupções na pele que depois se transformou em bolhas.
http://english.eluniversal.com/nacional-y-politica/140911/unknown-disease-kills-eight-people-in-maracay-north-venezuela




Enfermidade desconhecida e mortífera deixa venezuelanos em alerta
http://www.elnuevoherald.com/noticias/mundo/america-latina/venezuela-es/article2070971.html




Governo vai processar a mídia por ter divulgado as mortes em Maracay
http://www.entornointeligente.com/articulo/3464242/Anuncian-acciones-contra-medios-que-publicaron-informacion-falsa-del-HCM-




Febre hemorrágica mata outro paciente em Maracay
http://english.eluniversal.com/nacional-y-politica/140915/hemorrhagic-fever-syndrome-kills-another-patient-in-venezuela

Nove mortos por estranha enfermidade no hospital de Maracay
http://www.laverdad.com/zulia/60287-ya-van-nueve-muertes-por-extrana-enfermedad-en-el-hospital-de-maracay.html




Governador de Aragua em uma coletiva de imprensa. Público em pânico


Nota do Ministério Público da Venezuela sobre a investigação do doutor que teria divulgado informações falsas
http://www.unionradio.net/actualidadur/nota/visornota.aspx?id=183479&tpCont=1&idSec=3



Clinica Razzetti no centro de Caracas, local de mais uma morte


Centro de saúde em Caracas é fechado, depois que paciente com febre alta, vomito com sangue e lesões na pele veio a óbito.
http://www.el-nacional.com/sociedad/Cerrada-emergencia-Clinica-Razzetti_0_482951810.html




"Nunca deram o diagnóstico do que meu irmão morreu"
http://www.el-nacional.com/sociedad/dieron-diagnostico-hermano_0_482951812.html

Vídeo da TV Venezuelana

Mais um caso de morte, agora na cidade de Vargas. Um menino de 5 anos ficou com febre alta durante uma semana com vômitos , e surgiu as feridas na pele.
http://www.el-nacional.com/sociedad/Reportan-casos-Aragua-Vargas_0_483551836.html

No mês passado, a ministra da Saúde criticou a cobertura para os casos do vírus da AIDS e o Chikungunya que estavam sendo feitos pela mídia, e os classificou como golpistas
https://www.ifex.org/venezuela/2014/08/21/health_coverage/



Hoje, a Ministra da Saúde da Venezuela afirma que os casos de mortes estranhas são apenas de dengue e chinkungunya, e que não há nenhum vírus estranho.
http://www.elmundo.com.ve/noticias/estilo-de-vida/salud/ministra-de-salud-descarto-la-existencia-de-algun-.aspx

Sociedade de Infectologia da Venezuela exige que o governo dê as informações reais ao público
http://www.eluniversal.com/vida/140917/sociedad-de-infectologia-exige-al-gobierno-que-de-informacion

Governo da Venezuela nega casos de Ebola
http://www.elnuevodiario.com.ni/internacionales/330103-gobierno-venezolano-descarta-casos-de-ebola-pais


Governo venezuelano ordena fumacê contra o mosquito que estaria transmitindo a Chikungunya mortal

Infectologistas denunciam o aumento de casos de Febres Hemorrágias
http://www.el-nacional.com/sociedad/Infectologos-alertan-aumento-sostenido-febriles_0_484151744.html





Médicos do Aragua exigem declaração imediata de emergência sanitária
http://www.eluniversal.com/nacional-y-politica/140917/medicos-de-aragua-exigen-declarar-la-emergencia



Líder do partido político "Primeira justiça" exige renúncia de todo o corpo de Saúde do estado de Aragua
http://www.entornointeligente.com/articulo/3518952/PJ-exige-la-renuncia-del-presidente-de-Corposalud-de-Aragua-17092014




Ministra da saúde se reúne com laboratórios para debater falhas na distribuição de medicamentos. Medicamentos básicos estariam faltando em todos os locais do país
http://www.eluniversal.com/nacional-y-politica/140917/discuten-las-fallas-en-la-distribucion-de-los-medicamentos


Uma centena de médicos acusam o governo venezuelano de ocultar as informações da morte de 9 pessoas
http://www.elmundo.es/internacional/2014/09/17/5419694a268e3ec2278b457c.html




Ministério da Saúde insiste que as mortes são uma campanha facista
http://www.eluniversal.com/nacional-y-politica/140917/corposalud-insiste-en-que-las-muertes-son-una-campana



Médicos de Maracay reafirmam a situação de emergência
http://www.correodelcaroni.com/index.php/nacional-2/item/19876-medicos-de-maracay-reiteran-situacion-de-emergencia




Rosa Leon do Partido Socialista Unido da Venezuela se pronuncia contra a campanha que está sendo movida contra o Hospital de Maracay
http://www.entornointeligente.com/articulo/3508838/VENEZUELA-Rechazamos-la-campaA%C2%B1a-contra-el-Hospital-Central-de-Maracay-16092014


Juventude Bolivariana denuncia - Vídeo de 9 minutos da Ministra da Comunicação da Venezuela classificando os casos como mentiras golpistas e terrorismo psicológico, todas as informações do Hospital de Maracay


Hospital de Maracay atende ainda mais casos graves de febre hemorrágica - Desta vez todos foram pré-diagnosticados como dengue antes de dar entrada
http://www.entornointeligente.com/articulo/3509478/HCM-atiende-dos-nuevos-casos-de-dengue-graves-17092014





Governo nacional investirá 200 milhões de bolivares em obras no Hospital de Maracay (um "cala boca" para os médicos???)
http://www.vtv.gob.ve/articulos/2014/09/16/gobierno-nacional-invirtio-200-millones-de-bolivares-en-obras-que-se-ejecutan-en-el-hospital-central-de-maracay-6853.html





Líder da associação dos médicos reafirma que o governo está ocultando as informações sobre as mortes

http://www.el-nacional.com/sociedad/Gremio-Gobierno-informar-sindrome-hemorragico_0_484151604.html

Líder da associação dos médicos que revelou as mortes é acusado de ser fascista e está sendo investigado
http://informe21.com/actualidad/investigaran-a-doctor-que-denuncio-muertes-en-hospital-de-maracay




Médicos de estado venezuelano fazem denúncia a Organização Mundial da Saúde
http://www.diarioprogresista.es/medicos-de-un-estado-venezolano-denunciaran-ante-la-oms-una-serie-56046.htm



Governo descarta caso de Ebola no estado de Bolivar - E afirma que os casos graves de Chikungunya estão sendo provenientes de pessoas da Republica Dominicana.
http://www.correodelcaroni.com/index.php/mas/salud/item/19786-descartan-ebola-u-otro-virus-en-bolivar



Associações de Médicos exigem declaração imediata de emergência sanitária em Maracay
http://www.el-carabobeno.com/portada/articulo/89131/fmv-y-gremios-mdicos-de-aragua-exigen-declarar-emergencia-sanitaria


Ministra da saúde vaza vídeo de 9 minutos em seu Twitter, em que dois jovens conversam sobre um plano de desestabilização da Venezuela
(um vídeo dos supostos conspiradores???)
https://twitter.com/DrodriguezMinci/status/512301922070839297

Alguns cientistas acreditam que pode se tratar da Febre Hemorrágica Venezuelana, uma doença com os mesmos sintomas do Ebola
http://en.wikipedia.org/wiki/Venezuelan_hemorrhagic_fever





Presidente Nicolas Maduro faz pronunciamento contra o Governador do Estado de Aragua, e o chamou de corrupto e golpista (AUDIO)
http://www.minci.gob.ve/2014/09/campana-de-descredito-en-contra-de-tareck-el-aissami-denuncio-el-presidente-maduro/



Governador do estado de Aragua pede ações mostrando as fotos dos doentes. Maduro nega que o Ebola exista no país


Incertezas sobre doença desconhecida que já causou 9 óbitos
http://www.ntn24.com/noticia/uncertainty-about-unknown-disease-continues-9th-victim-maracay-25564


Será o Ebola o "pomo da discórdia" que pode iniciar uma guerra civil na Venezuela, devido a intriga entre governo federal e governos estaduais???

Visto em http://verdadesespeciais.blogspot.com.br/
-


A candidata do PSTU ao Senado, Raquel Dias, defendeu a luta armada como método de transformação social e disse que o partido está se preparando para a revolução com armas. Raquel foi sabatinada ontem na TV O POVO. “Como a gente vive em um Estado opressor e o armamento é uma ação contra o próprio Estado, não posso dizer como estamos nos preparando”, respondeu.

Raquel, que é professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), também defendeu a extinção do Senado, traçou diferenças entre o PSTU e grupos como o Crítica Radical e disse que, se eleita, aportará emendas parlamentares na área de educação. Confira os principais momentos.

Fim do Senado

Raquel Dias concorre a uma vaga no Senado, mas disse ser a favor da extinção da Casa e defendeu a implementação de um sistema legislativo unicameral. “O Estado, com todas as suas instituições democráticas ou coercitivas, tem o caráter de classe, são instituições que ajudam na manutenção do status quo”, afirmou. Ela disse que, se eleita, utilizará o espaço para “fazer a denúncia” e, ao mesmo tempo, dialogar com a população. Questionada se não seria contraditório admitir funções importantes da Casa e, ao mesmo tempo, pregar sua extinção, Raquel ponderou que a proposta do fim do Senado é “apenas pano de fundo”, e não uma bandeira prioritária. “Mas queremos, sim, uma transformação radical da sociedade que inclui o fim de certas instituições”, afirmou.

Equilíbrio

Confrontada com o fato de a representação no Senado permitir equilíbrio entre estados ricos e pobres, a candidata do PSTU disse discordar da premissa de que o Ceará seja pobre. “Não consideramos o Ceará um estado pobre. O Ceará é o maior exportador de frutas tropicais, teve crescimento de PIB acima da média nacional. Isso é uma discussão abstrata. Um parlamentar eleito para o PSTU irá defender propostas relacionadas com a vida do trabalhador. Essa disputa entre estados não faz parte da lógica que defendemos”, apontou.

Confisco

O programa do PSTU defende que empresas que “boicotam” a economia do País merecem ter os bens confiscados. Questionada sobre que circunstâncias se encaixariam no conceito de “boicote”, Raquel citou a corrupção como exemplo. Outra forma de boicote à economia nacional são empresas que recebem isenções do governo e não devolve compensações. A candidata foi lembrada de que, no Ceará, várias empresas são beneficiadas com isenção fiscal. Quais seriam? “Eu não poderia citar sem ter embasamento sobre cada uma”, disse, apontando as áreas de transporte público, construção civil e calçadista. Mesmo sob insistência, Raquel não citou nomes. “Se não entraríamos numa discussão jurídica”, justificou.

Radicalismo

Raquel admitiu que o PSTU é uma sigla radical, mas negou que o radicalismo implique falta de diálogo. “Não queremos ficar isolados, pelo contrário. Raquel foi perguntada sobre por que o PSTU não abandona o sistema partidário – e, assim, abre mão de benefícios como o fundo partidário – tal como fizeram integrantes do grupo Crítica Radical. “Somos absolutamente diferentes dos companheiros do Crítica Radical. Se nós sairmos da luta política, como fez o Crítica, não vamos atingir nosso objetivo, que é pegar o trabalhador para nossa causa. O Crítica diz para o trabalhador não trabalhar, mas sem trabalhar ele não come”, analisou.

Arrogância?

Raquel foi perguntada se não seria arrogante afirmar que sua candidatura é a “única de esquerda” do estado, no que ela respondeu: “Temos quatro candidaturas ao Senado: a do maior empresário do estado, de um partido de direita e burguês, Tasso Jereissati (PSDB). A do Mauro Filho (Pros), apoiado pelo governador Cid Gomes, que é uma oligarquia que enfrenta as questões do trabalhadores como caso de policia. E a Geovana Cartaxo (PSB), que abraçou o projeto do PSB, que até ontem era o do governador”, lembrou. “Com a configuração atual, portanto, não é arrogante, é coerente”, argumentou.

Renegado

Perguntada sobre por que, a cada eleição, a classe trabalhadora “renega” o PSTU ao eleger candidatos de outros partidos, a candidata ao Senado Raquel Dias afirmou que a sigla disputa em “clara desvantagem” com legendas com as quais o proletariado também se identifica, como o PT. “Nós estamos fazendo uma disputa com um dos maiores aparatos que são o PT e a CUT. Estamos numa situação claramente de desvantagem. Outro elemento é o da ideologia, difundida pelos órgãos de comunicação de massa e instituições a exemplo das escolas”, avaliou.

Luta armada

Lembrada sobre os atos violentos que marcaram parte das manifestações a partir de junho de 2013 e perguntada se a luta armada não estaria “fora de moda”, Raquel disse pensar o oposto: “Achamos que estamos na moda. A luta armada está na moda”. A candidata defendeu esse método revolucionário. “Achamos que não. Achamos que para que os trabalhadores tome o poder em suas mãos, o controle sobre sua própria vida, é necessário uma revolução armada”, afirmou. Perguntada se o PSTU está se preparando para essa revolução, Raquel disse que sim, mas não revelou detalhes. “Estamos nos preparando, sim, só não vou dizer como. Como a gente vive num Estado opressor, mas que se apresenta como democrático, e o armamento é uma ação contra o próprio Estado, não posso dizer como estamos nos preparando”, afirmou. Raquel foi perguntada se o PSTU estaria formando milícias, no que ela tangenciou: “Nós defendemos uma revolução e, na história da humanidade, todas as revoluções foram armadas. (...)Nossas milícias são organizadas em cursos de formação, leitura de livros, desenvolvimento da consciência de classe”, disse.

Salário

Raquel Dias está licenciada do cargo de professora na Uece e confirmou que permanece recebendo salário durante o afastamento para as eleições. “É justo, é um direito. Eu preciso comer, sem comer eu morro. Antes de se ser candidata eu sou um ser humano, eu sou mãe, tenho dois filhos, tenho três gatos. Eu poderia abdicar do meu salário se o Grupo de Comunicação O POVO me pagasse para que eu pudesse fazer a publicidade do PSTU”, propôs.

Contradições

O PSTU de Raquel tem como um dos aliados o Psol, sigla que, em estados como Alagoas, tem recebida apoio de siglas consideradas “direitistas” e “burguesas” pelo grupo, como o PSDB. Sobre essa situação, Raquel disse que nesse e em outros casos, o PSTU se posicionou publicamente de forma contrária. “Temos outro caso, como em Iguatu, onde soltamos uma carta pública porque há um candidato lá que tem relações com partidos burgueses tradicionais”, afirmou. “Já fizemos o debate público e somos absolutamente contra. Não temos problema em fazer a crítica fraterna”, alegou.

Via: http://www.opovo.com.br/
-
A notícia foi avançada pelo jornal alemão Suddeutsche Zeitung, que refere que a ameça foi feita por Vladimir Putin ao presidente ucraniano Petro Poroshenko, numa conversa privada, pelo telefone.


É a primeira vez que Putin ameaça invadir países membros da NATO ou da União Europeia, diz o The TelegraphAFP/Getty Images

O presidente russo Vladimir Putin ameaçou invadir a Polónia, Roménia e os países bálticos numa conversa privada com o presidente ucraniano Petro Poroshenko, diz o The Telegraph. A notícia foi avançada pelo jornal alemão Suddeutsche Zeitung esta quinta-feira e, a ser verdade, é a primeira vez que Putin ameaça invadir países membros da NATO ou da União Europeia.


“Se eu quiser, em dois dias tenho tropas russas não só em Kiev, como em Riga [Letónia], Vilnius [Lituânia], Tallin [Estónia], Varsóvia [Polónia] e Bucareste [Roménia]“, disse alegadamente Putin ao presidente ucraniano, segundo o jornal alemão.

Caso Putin avance com as ameaças, o Reino Unido pode entrar em guerra com a Rússia, avança o Telegraph. Todos os países nomeados por Putin estão cobertos pela garantia de segurança da NATO, que diz que “um ataque a um dos países é um ataque a todos”. No início do mês, o presidente dos Estados Unidos da América confirmou o compromisso com esta doutrina num discurso em Tallinn.


No início de setembro, Vladimir Putin também disse ao presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso que, se quisesse, poderia tomar a capital ucraniana em duas semanas, segundo o jornal italiano La Repubblica. Depois de Putin ter ameaçado divulgar a conversa toda, Durão Barroso veio a público lamentar que a conversa privada com o presidente russo tenha sido divulgada de forma “distorcida” e “fora do contexto”.

Segundo a publicação alemã, Durão Barroso ter-se-á encontrado com o presidente ucraniano Poroshenko na semana passada, onde terá surgido a divulgação sobre a ameaça decorrente das conversas que os líderes dos dois países tiveram durante o cessar-fogo.

Além de ameaçar com a invasão de mais países, Putin alertou o presidente ucraniano para que não tenha “muita fé” na União Europeia, porque a Rússia poderia exercer a sua influência e lançar uma “minoria de bloqueio” entre os Estados membros.

Os países bálticos estão particularmente nervosos com as intenções da Rússia, mas o presidente norte-americano Barck Obama tentou tranquilizá-los com o discurso que fez em Tallinn no início do mês, dizendo que a NATO “está com a Estónia, com a Letónia e com a Lituânia”.

A Comissão Europeia não confirmou nem negou se é verdade que Durão Barroso se reuniu com Poroshenko. “O que importa para a Comissão e para a União Europeia é contribuir para que haja uma paz duradoura, estabilidade e prosperidade na Ucrânia”, disse Pia Ahrenkilde Hansen, porta-voz da Comissão Europeia.

O presidente ucraniano Petro Poroshenko reuniu-se esta quinta-feira com Barack Obama na Sala Oval da Casa Branca, para pedir mais assistência militar norte-americana na luta contra os rebeldes russos, segundo a Fox News.

“A imagem do presidente Poroshenko sentado na Sala Oval vai valer mais do que mil palavras – em inglês e em russo”, disse Josh Earnest, porta-voz da Casa Branca.

Via: http://observador.pt/
- -


O Congresso argentino aprovou, nesta madrugada, a reforma da Lei de Abastecimento, rejeitada fortemente pela oposição e pelo setor produtivo por considerar que aumenta o controle do Estado sobre a atividade empresarial. O projeto de lei, que já havia passado pelo Senado, foi aprovado pela Câmara dos Deputados, por 130 a favor e 105 contra.

A lei permite a fixação de limites de preços e de lucro de empresas, além do controle de cotas de produção, que ficará a cargo da Secretaria de Comércio do Ministério da Economia. O projeto ainda compreende a aplicação de multas, fechamento de empresas por até 90 dias e suspensão de registro por até cinco anos. A medida, portanto, aumenta ainda mais o poder de intervenção da presidente Cristina Kirchner na frágil economia argentina.

A deputada Diana Conti, da coalizão governista Frente para a Vitória, disse durante a maratona de debates que a nova lei “ajudaria a garantir que o Executivo tenha os instrumentos necessários para proteger consumidores”. Defensores dizem que a medida também buscará conter as demissões em tempos de crise.

Proteger consumidores? Uma piada de mau gosto. A melhor proteção que existe para consumidores está no funcionamento do livre mercado, com ampla concorrência do lado dos produtores e empregadores. Delegar tanto poder ao estado jamais protegeu consumidores ou quem quer que seja, à exceção dos próprios governantes e burocratas.

Aquilo que já era ruim ficou ainda pior. O grau de intervenção estatal na economia aumentará ainda mais agora, com essa prerrogativa esdrúxula. Se capitalismo é, na essência, os meios de produção em mãos privadas, e o socialismo é o controle estatal deles, então a Argentina já está sob um regime socialista na prática.

Manter a propriedade privada de jure serve apenas para preservar as aparências. Quando quem controla as decisões mais relevantes de uma empresa, como preço e produção, é o governo, então a propriedade de facto está nas mãos estatais, foi abolida.

Paradoxalmente para aqueles que ignoram que o nazismo foi mais afeito ao modelo socialista do que ao capitalismo liberal, esse era exatamente o método adotado pelos seguidores de Hitler. O Führer apontava dirigentes dentro das empresas, determinava o que produziriam e por quanto ou para quem venderiam. Por que socializar os meios de produção, se ele havia socializado os homens?

A Argentina caminha rapidamente rumo ao desastre socialista, como a Venezuela. Não custa lembrar que teve vários entusiastas por aqui, em nossa esquerda. Fico perplexo ao pensar que empresário ainda permanece lá, mantendo alguma chama de esperança de que poderá reverter tal curso. Dizem que a esperança é mesmo a última que morre. Sem dúvida ela morre depois do bom senso e do realismo…

Rodrigo Constantino
-


O Templo Satânico, uma organização sediada em Nova York, anunciou que irá distribuir panfletos sobre satanismo para estudantes na Flórida, em resposta a uma decisão do conselho escolar que permitiu a divulgação de materiais religiosos em escolas públicas de Orange County.

O material contém os princípios, filosofia e a prática do satanismo, assim como informações sobre o direito legal de praticar satanismo na escola. O movimento surgiu depois que o sistema escolar decidiu, no início deste mês, permitir a distribuição desde Bíblias até materiais ateus em escolas públicas.

Lucien Greaves, porta-voz do Templo, explica: “Queremos garantir que esses alunos tenham acesso a uma variedade de opiniões religiosas, sem estar de braços cruzados enquanto uma voz religiosa domina o discurso e proporciona uma propaganda para a juventude”.

“Estou certa de que todas as crianças nessas escolas da Flórida já estão conscientes da religião cristã e sua Bíblia, e esta pode ser a primeira exposição dessas crianças a prática real do satanismo. Achamos que para muitos alunos será muito curioso ver o que nós oferecemos”, acrescentou Greaves.

O Templo satânico ficou conhecido por seus esforços para erguer uma estátua de sete metros de altura do Baphomet com uma cabeça de cabra, ao lado de um monumento dos Dez Mandamentos, no Capitólio do estado de Oklahoma.

O grupo descreve Satanás como “o ícone final para a revolta contra a tirania, liberdade e investigação racional, e a busca responsável pela felicidade”.


Fonte: Guia-me e ocorreiodedeus.com.br
-


Programa da Organização Mundial de Saúde (OMS) está suspenso após relatos de que até 36 crianças morreram após receber a vacina. 

Relatos de pelo menos 36 crianças mortas de forma excruciante ontem à noite depois de receber vacinas contra o sarampo contaminadas sob um programa patrocinado pela ONU na área controlada pelos rebeldes no norte da Síria.

O programa foi suspenso em meio a rumores de sabotagem de um esforço internacional para garantir que a brutal guerra civil não resultasse em um surto de sarampo.

Os médicos das clínicas nas cidades de Jirjanaz e Maaret al-Nouman na província de Idlib disseram que as crianças começaram a adoecer logo após as doses terem sido administradas.
Haviam conflitantes números de mortos e feridos na noite passada conforme uma maré de tristeza varria a linha de frente dos assentamentos rurais.

As organizações de ajuda perto da fronteira da Turquia disseram que a perda de vidas foi extensa, com pelo menos 36 mortes, além de mais de uma dúzia de outras crianças em estado grave.

"É muito ruim. Os números de mortos que estamos recebendo entra na casa dos 30. As crianças estão morrendo muito rapidamente", disse Daher Zidan, o coordenador da caridade médica, Uossm. "Achamos que vai piorar."

A coalizão de oposição síria, que controla a área da província de Idlib e tem gerido o programa, disse que interrompeu de imediato o projeto de imunização.

"O Ministério da Saúde do governo interino sírio instruiu uma pausa para o segundo turno da campanha de vacinação contra o sarampo, que iniciou na segunda-feira... após vários mortos e feridos entre crianças em centros de vacinação na zona rural de Idlib", disse um comunicado.

Especialistas médicos disseram que um lote contaminado da vacina foi a explicação mais plausível para o incidente.

No qual tinha sido um avanço esperançoso raro, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou a campanha de vacinação para garantir que 1,6 milhões de crianças recebessem a proteção contra o sarampo este verão.
A OMS disse que era urgente a verificação dos relatos e não poderia confirmar o número de vítimas. Outros bem acompanhados grupos de monitoramento da Síria disseram que houve mortes.

"Pelo menos cinco crianças morreram e outras 50 estão sofrendo de envenenamento ou reações alérgicas após a vacinação contra o sarampo em Jirjanaz, na província de Idlib", disse o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Muitos simpatizantes da oposição liberaram imagens de crianças morrendo em sites de mídia social, sugerindo que a vacina foi adulterada com cianeto, possivelmente por agentes do regime para minar a confiança na oposição.

Mohammad Mowas, um médico sírio que está trabalhando na Turquia, disse que os sintomas relatados foram uma desaceleração gradual do ritmo cardíaco, visto que as crianças ficaram azuis e eram compatíveis com o envenenamento por cianeto. "Isto parece uma tentativa deliberada para parar as vacinas", disse ele.
Temores de que o número de mortos ainda possa subir circularam além do exílio da comunidade médica na noite passada.

Cada frasco da vacina contém 40 doses e os médicos acreditam que dois frascos eram suspeitos.
A organização de caridade Save the Children disse que estava "estarrecida e profundamente entristecida" com as mortes.

Ela disse em um comunicado: "A Save the Children está consternada e profundamente triste com a notícia da morte de várias crianças e a hospitalização de muitos mais após receberem as vacinas contra o sarampo no norte da Síria hoje cedo.

"As autoridades locais iniciaram uma investigação. Está claro que algo deu muito errado e a Save the Children irá ajudar as autoridades de qualquer maneira que pudermos para ajudar a descobrir o que aconteceu."

Fontes:
- Notícias Naturais: Dezenas de Crianças Podem ter Morrido após Serem Injetadas com a Vacina Contra o Sarampo 'Contaminada' na Síria
- The Telegraph: Dozens of children feared dead after being injected with 'tainted’ measles vaccine in Syria
- Agência Estado
-


Durante seu depoimento na frente do Comitê de Serviços Armados do Senado, a principal autoridade militar dos Estados Unidos general Martin E. Dempsey admitiu que aliados árabes dos Estados Unidos no Oriente Médio estão financiando ISIS.



Dempsey, presidente do Joint Chiefs of Staff, foi convidado pelo senador republicano Lindsay Graham, "Você conhece algum grande aliado árabe que abraça ISIL?"

Sua resposta: "Eu sei quem são os principais aliados árabes que os financiam."

"Sim, mas eles abraçá-los?", Respondeu Graham. "Eles financiam porque o Exército Sírio Livre não podia lutar contra Assad. Eles estavam tentando bater Assad. Acho que eles perceberam a tolice de seus planos. "

Na realidade, tal "loucura" deve continuar depois que o presidente Barack Obama anunciou um plano para armar e treinar rebeldes sírios que está previsto para ser dada a luz verde pelo Congresso antes do fim desta semana,apesar do fato de que os chamados "rebeldes moderados "ter desertado para, lutando ao lado e dado armas aos militantes do Estado islâmico.

Como já exaustivamente documentado, inúmeros exemplos provam como Washington, apoia combatentes da FSA emilitantes ISIS foram se aproximando, mesmo antes de os dois grupos assinarem um pacto de não-agressão na semana passada.

Em julho, verificou-se que "várias facções dentro do FSA, incluindo Ahl Al Athar, Ibin al-Qa'im" tinha "entregues as suas armas ao Estado islâmico em grande número" e prometeu lealdade a ISIS.

Três principais comandantes rebeldes sírios também anunciaram em dezembro que haviam abandonado os laços com o Conselho Supremo Militar do Exército sírio Livre , a ala militar da Coalizão Nacional síria rebelde apoiada pelo ocidente , a fim de participar de ISIS.
Combatente do Estado islâmico Abu Atheer também disse a Al-Jazeera, "Estamos comprando armas da FSA. nós compramos 200 mísseis anti-aéreos e armas anti tanque Koncourse. Temos boas relações com os nossos irmãos naFSA. Para nós, os infiéis são aqueles que cooperam com o Ocidente para lutar contra o Islã. "

Além disso, um estudo recente da Conflict Armament Research revelou que militantes do Estado islâmico obtiveram armas fornecidas pelos EUA, incluindo rifles de assalto M16, que foram originalmente contrabandeados do Jordão efornecidas aos chamados rebeldes da FSA "moderados".

Terroristas ISIS também adquiriram foguetes M79, que foram inicialmente dados aos rebeldes da FSA pela Arábia Saudita. Os foguetes ", faziam parte dos carregamentos de armas da Croácia que foram destinado para o ExércitoSírio Livre. As armas ou foram capturadas, ou adquiridas por ex-combatentes da FSA quando eles se juntaram ISIS", relata LJR Review.

Aliados árabes como Qatar, Arábia Saudita, Turquia e Jordânia têm todos fornecidos e financiado, armas etreinamento para militantes do Estado islâmico.

Como documentos Josh Rogin do The Daily Beast, "O Estado Islâmico do Iraque e da Síria e do Levante (ISIS), que agora ameaça Bagdá, foi financiado por anos por ricos doadores no Kuwait, Catar e Arábia Saudita, três aliados dos EUA que têm agendas dupla na guerra o terror ".

Não só os guerrilheiros ISIS receberam treinamento e armas dos aliados mais próximos dos Estados Unidos, mas o grupo também obteve armas, como resultado do ataque ao consulado dos EUA em Benghazi, em setembro de 2012.

No início deste mês, o general Thomas McInerney reconheceu que os Estados Unidos "ajudaram a construir ISIS", como resultado do apoio da administração Obama "algumas das pessoas erradas" na Síria, além de "algumas dessas armas de Benghazi (final) em nas mãos de ISIS ".

Além de ISIS obter armas de Benghazi, muitos membros do grupo também foram treinados pelos Estados Unidosem uma base secreta na Jordânia em 2012.

Aaron Klein foi informado por funcionários da Jordânia que, "dezenas de futuros membros do ISIS foram treinados no momento como parte da ajuda secreta aos insurgentes que visam o regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, na Síria."

Diante dessa história, o plano da administração Obama para armar jihadistas na Síria que estão fazendo aliançascom ISIS só irá agravar um problema que foi criado em parte pela política absurda de Washington de apoiar os rebeldes da FSA, em primeiro lugar, os esforços que levaram à desestabilização da Síria por ISIS e ganhar uma posição na região.

Via: Infowars
-
Que ajudar este projeto? Não precisa me enviar nada. Apenas CLIQUE no anúncio abaixo, e pronto.
Cada clique gera R$0,03, então fique a vontade. Agradeço a todos pelo apoio e consideração.